quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Sindicato cobra do banco Itaú mais contratações nas agências em Ceilândia



Durante visita às agências do Itaú em Ceilândia, nesta segunda-feira (10), o Sindicato se deparou com situações lamentáveis vivenciadas pelos empregados, clientes e usuários da instituição financeira. A sobrecarga de trabalho foi o que mais chamou a atenção dos dirigentes sindicais. 

“Havia apenas dois trabalhadores atendendo a um grande número de pessoas, um gerente geral e um assistente de gerência. Todos estavam visivelmente sobrecarregados, sem tempo para ir ao banheiro ou almoçar”, observou o diretor do Sindicato Roberto Alves, que também é empregado do Itaú.

Segundo Roberto Alves, o lucro do banco está sendo construído a duras penas com o suor dos trabalhadores, que se desdobram para cumprir metas, executando o trabalho e a função de até três pessoas. “Isso está deixando os bancários do Itaú com sérios problemas de saúde, como estafa mental, estresse e depressão, entre outros”, argumenta o diretor, questionando: “Até quando vão continuar demitindo, sem contratar ninguém?”.

Por isso, o Sindicato quer acabar com a política perversa do Itaú de impor cada vez mais metas; e exige mais contratações para acabar com a sobrecarga e o adoecimento dos bancários.

“Estaremos atentos e vamos fiscalizar e cobrar até que essa situação seja revertida, ou haverá fechamento de unidades”, frisou Roberto Alves. E complementou: “Exigimos mais respeito com a clientela e, principalmente, com os trabalhadores”.

www.bancariosdf.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...