segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Deputado Chico Vigilante é detido por intervir contra desapropriação


O líder da bancada do PT/PRB na Câmara Legislativa, deputado Chico Vigilante (PT), relatou durante sessão extraordinária nesta segunda-feira (15), ter sido "preso" nesta manhã por interceder em prol dos moradores do Engenho Santa Isabel, na área rural do Riacho Fundo II. Segundo o distrital, apesar de os proprietários não terem aceitado a proposta de desapropriação da terra, uma oficial de justiça esteve hoje no local, acompanhada de "capangas", para derrubar o engenho. Presente na área, Vigilante disse ter ficado detido por 3h no local e ainda ter sido ameaçado por um juiz.

"A Câmara Legislativa está sendo vilipendiada. Peço que o presidente desta Casa trate disso com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal", afirmou Vigilante. O presidente da CLDF, Wasny de Roure (PT), pediu à Procuradoria-Geral da Casa para analisar a melhor providência para a situação.
Denúncias - De acordo com Vigilante, a oficial de justiça que acompanhou a demolição do Engenho Santa Isabel já o havia ameaçado de prisão, caso ele comparecesse ao local. O distrital também denunciou a presença de "capangas", em vez de policiais civis ou militares, para a execução da ordem judicial. "A Codhab está mancomunada com a empresa JC Gontijo, que contratou as máquinas para a demolição e os capangas, que estavam no local de óculos escuros e sem qualquer identificação", disparou o distrital.
Vigilante fez questão de destacar em seu pronunciamento que os proprietários do Engenho Santa Isabel nunca aceitaram as propostas feitas para a desapropriação. "Houve tentativas em vários governos e chegaram a depositar em juízo R$ 380 mil pela propriedade, mas a oferta não foi aceita", frisou.
CLDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...