quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Justiça Comunitária credencia seis novos agentes comunitários em Ceilândia


O programa Justiça Comunitária do TJDFT realizou nesta sexta-feira, 5/12, o credenciamento de seis novos voluntários para atuarem como agentes comunitários de Justiça e Cidadania. O credenciamento ocorreu na sede do Núcleo de Formação e Pesquisa em Justiça Comunitária, em Taguatinga.
O evento contou com a presença da coordenadora do Programa Justiça Comunitária do Distrito Federal, a juíza de direito Gláucia Falsarella Foley e do José Augusto Neves, consultor da Conexões Educação.

Depois de terem sido selecionados na comunidade de Ceilândia, os candidatos passaram pelo curso básico de Justiça Comunitária no qual conheceram os três pilares nos quais se baseia: educação para os direitos; animação de redes e mediação comunitária de conflitos. Após o credenciamento, eles se juntaram aos demais voluntários que já estão atuando em Ceilândia, compondo um total de 22 agentes comunitários. Por meio das ações do Programa, os agentes atuam de forma a garantir maior democratização do acesso a justiça, coesão e emancipação social.
O Programa Justiça Comunitária, criado no ano 2000 e vencedor do prêmio Innovare em 2005, visa a democratizar o acesso a Justiça e restituir ao cidadão e à comunidade a capacidade de gerir seus próprios conflitos de maneira participativa, autônoma e pacífica. O programa atua por meio de três pilares: educação para os direitos, em que a comunidade reflete sobre seus direitos e produz materiais que democratizam o acesso à informação; mediação comunitária, em que a comunidade atua sobre seus problemas e os soluciona por meio de técnicas pacíficas e dialógicas; e animação de redes sociais, em que a comunidade se mobiliza e cria redes solidárias que busquem atender suas necessidades coletivas.
TJDFT
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...