sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Por falta de pagamentos, terceirizados do GDF cruzam os braços novamente


Mesmo com todos os esforços dos procuradores do Ministério Publico do Trabalho (MPT), 10ª Região, em buscar uma solução para o pagamento dos salários, tíquete alimentação, vale transporte e o 13º salário para os quase 30 mil empregados das empresas prestadoras de serviços na limpeza, manutenção, recepção e merendeiras nas escolas, hospitais, postos de saúde e vários outros órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF), decidiram, em assembléia, após a audiência no MPT-10ª Região, nesta sexta-feira (19), paralisar imediatamente suas atividades até que seus direitos sejam respeitados.


Na audiência, a presidente do Sindiserviços-DF, Maria Isabel Caetano dos Reis, relatou que não foram pagos os salários de novembro pelas empresas Juiz de Fora, que presta serviços de limpeza nas escolas publicas, e GVP, que faz a recepção nos hospitais e postos de saúde do GDF.

Também as empresas Apecê, Ipanema, Paulista, Dinâmica, Real JG, Servegel, Terra Global, Planalto e G & E Serviços, não pagaram o tíquete alimentação, o vale transporte e o 13º salário que deveria ter sido pago no ultimo dia 18 passado.

O subprocurador-geral do GDF Osdymar Montenegro Matos e o assessor jurídico da Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplna-DF) Juliano de Freitas Costa, informaram que o governo está reformulando o orçamento e buscando formas de quitar todos os débitos com as empresas.

Porém, naquela audiência, não tinham informações mais precisas de quando vão viabilizar o pagamento dos contratos das empresas para que elas possam quitar a divida com os trabalhadores.

Nova Audiência

Diante do exposto para os procuradores do trabalho Alessandro Santos de Miranda, Sebastião Vieira Caixeta, Ana Cristina D. B. Tostes Ribeiro e Vanessa Fucina Amaral de Carvalho, ficou designada nova audiência para a terça-feira (23), às 10h30, no MPT-10ª Região.

Desta vez com as presenças dos representantes das secretarias de Fazenda, de Saúde, de Educação, de Turismo e do DFtrans, para dar uma solução imediata que viabilize o recebimento pelos trabalhadores dos seus vencimentos e o 13º salário atrasados.  

Greve Geral

Por volta do meio dia, muitos trabalhadores que acompanhavam a audiência do lado de fora do MPT-10ª Região, souberam da realização da nova audiência e, angustiados, pois estão correndo o risco de perderem seu imóvel por falta de pagamento das parcelas ou de serem despejados por falta de pagamento de aluguel, com as contas atrasadas e sem condições de até mesmo comprarem comida para suas casas, em protesto, fecharam  por meia hora as pistas da W3 Norte em frente ao Ministério.

Após a leitura da ata da audiência pelos diretores do Sindiserviços-DF, os trabalhadores aprovaram por unanimidade a paralisação imediata da limpeza, manutenção, merenda e recepção nos hospitais, postos de saúde, escolas e todos os demais órgãos do GDF.

Também foi aprovada pelos trabalhadores a realização de mais um ato de protesto na Praça do Buriti, nesta segunda-feira 22, a partir das 10 horas.

Sindiserviços-DF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...