segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Descartada possibilidade de simulação do goleiro Vitor no jogo entre Ceilândia e Paracatu


O jogo entre Paracatu e Ceilândia, ontem no estádio Abadião, foi interrompido exatamente em função da lesão acusada pelo goleiro Vitor, do time mineiro. Como o Paracatu só ficou com seis atletas em campo, segundo as regras de futebol, a partida não poderia continuar. Um minuto após o início do jogo, com a impossibilidade de o goleiro continuar, o árbitro Alan Simei apitou o fim do duelo e o caso será apreciado pelo Tribunal de Justiça Desportiva.
A tendência é que o Ceilândia seja declarado vencedor por 3 a 0 (WO), conforme prevê os artigos 53 a 55 do novo Regulamento Geral de Competições da CBF (RGC 2015).

O presidente do Paracatu, Elias Andrade, informou que realmente o goleiro saiu de campo lesionado. Uma foto do jogador dentro do vestiário com gelo no joelho direito foi divulgada pelo dirigente, como “prova” de que o atleta não tinha nenhuma condição de continuar em campo. “Realmente ele se machucou, mas ninguém vai acreditar”, declarou Elias Andrade.
Por Jânio Gomes do Esporte Candango
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...