segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Grávidas ficam sem atendimento no Hospital Regional de Ceilândia


Em Ceilândia, grávidas  não conseguiram ser atendidas no hospital regional no último domingo (25). A dona de casa e grávida de nove meses, Marlene Cardoso, esperava há 9h por conta da falta de médicos suficientes. "Falaram para aguardar, porque não tem médico e não está tendo vaga para encaixar."
Para piorar a situação, o hospital teve duas quedas de energia. O funcionamento continuou mantido pelo gerador, segundo a chefia de equipe da unidade, mas de acordo com pacientes, o local ficou meia hora sem luz. Segundo a Secretaria de Saúde, as equipes estavam completas, mas o atendimento na emergência foi lento devido ao grande número de pacientes graves.
Da redação com informações do G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...