sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Sétima legislatura tem início com posse dos deputados distritais


Os 24 deputados distritais eleitos em outubro passado tomaram posse na manhã desta quinta-feira (1), em sessão solene, no plenário da Câmara Legislativa. Os empossados prestaram juramento e se comprometeram a cumprir as determinações da Constituição Federal e da Lei Orgânica do DF, dando início à sétima legislatura do parlamento local. Centenas de autoridades, parentes e amigos dos parlamentares acompanharam a solenidade de posse, presidida pelo deputado Wasny de Roure (PT), presidente da Casa no último biênio.

Em seu pronunciamento, Wasny destacou a relevância do papel desempenhado pela Câmara Legislativa ao longo dos 24 anos de sua existência. "Esta Casa, com seus erros e acertos, representa a população de Brasília, que espera muito de nós", enfatizou o distrital, lembrando que o "papel permanente" do Legislativo é buscar sempre maior aproximação com os cidadãos. "Cuidemos, portanto, do Legislativo", exortou, destacando também a importância do trabalho da imprensa local na fiscalização das ações dos parlamentares. "Muitas vezes um puxão de orelha nos ajuda. Mas às vezes alguns se excedem e querem até tomar o nosso lugar", observou.
Wasny aproveitou a solenidade para anunciar que nos próximos dias a Câmara Legislativa já estará transmitindo a programação de sua TV Distrital, pois o processo licitatório para sua instalação já está em fase de conclusão. "Em breve estaremos definindo a futura grade de programação, que permitirá o acompanhamento em tempo real das nossas sessões bem como das repercussões que as leis que aprovamos têm na sociedade", comemorou.
Além de Wasny, poucos parlamentares se manifestaram em plenário, após receberem o diploma de posse. Alguns saudaram seus pais, como Dr. Michel (PP) e Reginaldo Veras (PDT). O deputado Chico Vigilante (PT) anunciou que fará "uma oposição firme por Brasília". O deputado Rodrigo Delmasso (PTN) ressaltou: "Prometo defender a família e combater a pedofilia".
Antes de encerrar a solenidade, Wasny saudou individualmente cada um dos 24 deputados empossados, fazendo uma referência especial ao mais jovem distrital, Rafael Prudente (PMDB), que segundo destacou, "representa uma nova geração que chega à Câmara Legislativa para renová-la".
Entre as autoridades que acompanharam a sessão solene estavam o senador Cristovam Buarque (PDT-DF), o presidente do Tribunal de Contas do DF, conselheiro Renato Rainha, vários ex-deputados distritais e ainda membros do corpo diplomático de várias embaixadas.
Eleição - Logo após a sessão solene, os deputados distritais seguiram para o auditório da Casa para acompanhar a solenidade de posse do governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Logo mais, às 15h, os parlamentares retornam ao plenário para sessão preparatória em que será eleita a Mesa Diretora que administrará a Câmara Legislativa no biênio 2015-2016.

Celina Leão é eleita presidente da Câmara Legislativa


Sem consenso entre os deputados distritais para a composição de uma chapa para a Mesa Diretora nos próximos dois anos com representação de todos os blocos partidários, a deputada distrital Celina Leão (PDT) foi eleita presidente da Câmara Legislativa, no início da noite desta quinta-feira (1) com 16 votos favoráveis e a ausência de oito deputados oposicionistas. A escolha dos nomes para os cargos da corregedoria, ouvidora e procuradoria da mulher ficou para fevereiro, quando os distritais retornam do recesso.
A deputada Liliane Roriz (PRTB) foi eleita para a vice-presidência da Casa com 15 votos favoráveis. Houve nove ausências. Esta é a primeira vez na história da Câmara Legislativa que duas mulheres assumem o comando do parlamento local. Até hoje, apenas uma deputada, Lúcia Carvalho (PT), havia assumido a presidência da Câmara Legislativa, no biênio 1997-1998.
Conforme acordo fechado entre os deputados líderes de blocos, com exceção dos oposicionistas, que não participaram das votações para escolha dos nomes para a Mesa, os distritais elegeram o deputado Raimundo Ribeiro (PSDB) para a primeira-secretaria, Júlio César (PRB) para a segunda-secretaria e Renato Andrade (PR) para a terceira-secretaria. Todos eles receberam o voto unânime dos 15 distritais que participaram de todo o processo de votação. O ex-presidente Wasny de Roure (PT) votou apenas na eleição para escolha da presidência da Casa, confirmando o nome de Celina Leão, e retirou-se logo depois.
Depois de quase quatro horas de reunião a portas fechadas para a busca de uma chapa de consenso, o líder do bloco PT-PP, deputado Chico Vigilante (PT), anunciou à imprensa que os distritais do PT, PP, PMDB e PTB não participariam da votação para a Mesa Diretora. "O governador Rollemberg decidiu derrotar o PT e o PMDB, sem aceitar que os deputados da oposição participem da Mesa Diretora", protestou, defendendo que eles estavam pleiteando um nome para a vice-presidência e outro para a segunda-secretaria.
Sem a participação dos deputados oposicionistas, a votação para a composição da Mesa Diretora, aberta e em processo nominal, foi rápida e sem manifestações de defesa de candidaturas. Ao entregar a presidência à deputada Celina Leão, Wasny de Roure desejou sucesso a ela, parabenizou-a pela vitória e deixou o plenário, sem fazer pronunciamento sobre o fim da sua gestão frente à Mesa Diretora.
A nova presidente agradeceu, nominalmente, a cada um dos deputados presentes e apontou dois nomes importantes em sua trajetória no seu partido: os senadores Reguffe e Cristovam Buarque. Em seu segundo mandato na Câmara Legislativa, a deputada disse ter aprendido muito com a vida pública. "Fiquei quatro anos na oposição, atuando combativamente por Brasília", destacou. Ela disse confiar no governo de Rodrigo Rollemberg e acreditar num Legislativo "harmônico e independente".
Celina fez questão de elogiar a eleição da deputada Liliane Roriz (PRTB) para a vice-presidência da Casa: "Ela está preparada e fico confortável em dividir com ela a condução dos trabalhos, com transparência", afirmou.
Celina elogiou, ainda, a postura do ex-presidente Wasny de Roure (PT), por ter votado a favor de sua candidatura à presidência. "É um homem nobre, que conduziu a Casa com firmeza e, ao mesmo tempo, doçura", afirmou, lembrando o legado da gestão do antecessor, a exemplo da licitação para a contratação da TV Distrital, que entrará em funcionamento neste ano.
Pouco antes de seu pronunciamento em plenário, a presidente lamentou à imprensa a saída dos nove deputados da oposição da sessão: "A eleição foi negociada durante um mês. Foi um gesto desnecessário e pouco democrático". Ela afirmou, no entanto, ser possível construir consensos durante o biênio 2015-2016, tempo em que estará à frente do Legislativo 
Blocos - Durante a votação da Mesa foram divulgados os nomes dos cinco blocos parlamentares que foram formados pelos deputados neste início da sétima legislatura. São eles:
Amor por Brasília: Luzia de Paula (PEN), Lira (PHS), Renato Andrade (PR), Rodrigo Delmasso (PTN) e Júlio César (PRB)
PT-PP: Chico Vigilante (PT), Chico Leite (PT), Ricardo Vale (PT), Wasny de Roure (PT) e Dr. Michel (PP).
Juntos por Brasília: Rafael Prudente (PMDB), Robério Negreiros (PMDB), Wellington Luiz (PMDB) e Cristiano Araújo (PTB).
Sustentabilidade, Trabalhismo e Solidariedade: Celina Leão (PDT), Joe Valle (PDT), Reginaldo Veras (PDT), Sandra Faraj (PDT) e Israel Batista (PV).
Força do Trabalho: Agaciel Maia (PTC), Juarezão (PRTB), Raimundo Ribeiro (PSDB), Telma Rufino (PPL) e Liliane Roriz (PRTB)
Veja como ficou a nova Mesa Diretora da Câmara Legislativa:
Presidente – Celina Leão (PDT)
Vice-Presidente – Liliane Roriz (PRTB)
Primeiro-Secretário – Raimundo Ribeiro (PSDB) e suplente Agaciel Maia (PTC)
Segundo-Secretário – Júlio César (PRB) e suplente Lira (PHS)
Terceiro-Secretário: Renato Andrade (PR) e suplente Rodrigo Delmasso (PTB)
CLDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...