sábado, 21 de fevereiro de 2015

Chico vigilante afirma que responsabilidade pelo não pagamento dos professores é do atual governo



As notícias publicadas pela imprensa nos últimos dias sobre a possível deflagração de uma greve dos professores da rede pública de ensino do DF a partir do dia 23, data prevista para o início do ano letivo, repercutiu na sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quinta-feira (19). Vários deputados manifestaram apoio aos professores com salários atrasados e voltaram a debater a crise financeira do governo do DF.

O deputado Chico Vigilante (PT) disse que a responsabilidade pelo não pagamento dos professores é do atual governo. Segundo ele, o governo atual ainda não provou a existência de rombo financeiro nas contas públicas. Vigilante sustenta que o Sistema de Acompanhamento de Gestão Governamental (SIGGO) registra a existência de R$ 1,8 bilhão em caixa, sendo R$ 860 milhões livres para o pagamento de qualquer despesa. "Além desses recursos, existem outros R$ 200 milhões provenientes do Banco do Brasil, ou seja mais de R$ 1 bilhão de recursos desvinculados", afirmou.
Para Vigilante, o GDF quer a greve dos professores e tenta atribuir ao PT suposta influência na paralisação. "Sindicato não tem partido", completou o distrital, ressaltando greves longas da categoria também durante governos do PT.
Ascom CLDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...