quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Mais Médicos: DF receberá 41 profissionais em março



Das 41 vagas para o Distrito Federal do programa Mais Médicos, todas foram preenchidas. A lista com os nomes será divulgada no Diário Oficial do DF nos próximos dias, e a com os municípios contemplados estará no site do Ministério da Saúde nesta quarta-feira. A última inscrição para municípios e profissionais ocorreu em janeiro de 2015.

Segundo a Secretaria de Saúde, o contrato tem duração de três anos, com previsão de iniciar as atividades em 2 de março. A primeira adesão do DF foi de 31 médicos, em julho de 2013. Hoje, são 70. Desses, 11 são brasileiros e 59, estrangeiros. O cubano Elisser Navarro Romero, por exemplo, trabalha no Guará II.

A equipe do Mais Médicos atua em 12 regiões administrativas: Brazlândia, Ceilândia, Gama, Guará/Estrutural, Riacho Fundo II, Planaltina, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga. No Brasil, há 14.462 profissionais atuando pelo programa, sendo 1.846 formados no país, 1.187 intercambistas e 11.429 do exterior. 

Saúde familiar
Os profissionais trabalham dentro da atenção primária, ou seja, na saúde familiar nos centros e postos de saúde e nas clínicas da família. De acordo com o subsecretário da Atenção Primária à Saúde do DF, Berardo Augusto Nunan, os médicos da família são capacitados para fazer o atendimento em todos os ciclos de vida: "Desde o pré-natal até o idoso".

Para Nunan, a chegada dos 41 profissionais possibilitará o atendimento de até 123 mil pessoas a mais: "Um médico atende a mais ou menos três mil pessoas na atenção primária, assim, vamos ampliar bastante a cobertura".

Periferia
O programa Mais Médicos é iniciativa do governo federal e visa à melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que, além de investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, leva os profissionais para atuar na atenção básica de periferias e no interior do País.

Além da bolsa-formação de R$ 10 mil líquidos — paga pelo Ministério da Saúde —, eles recebem auxílio moradia de R$ 1.500 e auxílio alimentação de R$ 500 da Secretaria de Saúde do DF.

Agência Brasília
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...