terça-feira, 3 de março de 2015

GDF prevê novas derrubadas em Ceilândia, mas não se pronuncia quanto as áreas nobres invadidas


A presidente da Agefis, Bruna Peres, afirmou ao portal G1 nesta terça-feira (3) que nos próximos dias haverá novas desocupações em pequenas áreas do Sol Nascente, em Ceilândia. Bruna disse que as derrubadas fazem parte da operação do GDF para instalar infraestrutura nas áreas ocupadas irregularmente no trecho 1 e 2 da região.


"As obras de infraestrutura preveem em cada um dos trechos do Sol Nascente várias bacias. Muitas áreas do projeto original da Secretaria de Infraestrutura para as bacias que estavam desocupadas hoje estão invadidas", disse. "Da mesma forma que ocorreu nessas duas últimas operações, faremos pequenas desobstruções em vários pequenos focos de novos invasores. Depois que as áreas forem desobstruídas, começaremos as obras imediatamente."


O Batalhão de Choque usou bombas de efeito moral para dissipar moradores, que jogaram fogos de artifício para o alto na tentativa de impedir a operação. Segundo Bruna, 97 obras irregulares foram derrubadas, sendo 63 de madeira e 34 de alvenaria. Em 29 casos, as famílias solicitaram ajuda para fazer a mudança, e uma moradora solicitou à Secretaria de Desenvolvimento Social benefícios como aluguel social ou abrigo.

A Agefis não se posiciona quanto a derrubada de invasões em áreas nobres do DF. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...