quarta-feira, 8 de abril de 2015

Deputado critica a decisão de retirar ala pediátrica da UPA de Ceilândia


A falta de médicos pediatras na Upa de Ceilândia foi o tema do comunicado de líderes do deputado Chico Vigilante, líder da Bancada do PT, durante a sessão ordinária da tarde desta terça-feira(07). O parlamentar chamou a atenção dos deputados para o fato do governador Rodrigo Rollemberg ter prometido, durante a campanha eleitoral de 2014, que iria contratar mais especialistas para atender na UPA, mas, ao contrário disso, retirou todos os médicos pediatras do local.
Chico relatou a visita que fez a Upa, na noite da segunda-feira, para fazer um contraponto com a promessa de campanha de Rollemberg.  “No vídeo de campanha ele dizia que os prédios eram muito bem construídos, estavam muito bonitos, porém faltavam médicos, farmacêuticos, biomédicos, e pediatras”, pontuou o deputado. “E eu faço um apelo: governador, está na hora de descer do palanque e começar a governar, está na hora de contratar pessoal. A situação ficou pior ainda porque a Upa da Ceilândia, por exemplo, faltava, mas tinha pediatra”, pediu.

Outra situação que precisa ser resolvida é a contratação dos farmacêuticos e dos biomédicos. Segundo o parlamentar, o GDF tem pronto, na Asa Sul, um laboratório equipado e “que pode ser considerado o melhor da América do Sul. Todavia, o Governo, lamentavelmente, quer acabar com os serviços de laboratórios da Fundação da Secretaria de Saúde para contratar laboratórios privados”. O deputado pediu que  a base do Governo na CLDF também “se levante; é preciso que as contratações efetivamente aconteçam, uma vez que o recurso dessas contratações está no Orçamento”.
O deputado lembrou que Lei de Responsabilidade Fiscal não atinge a contratação de trabalhadores da saúde. “Logo, não se contrata porque não quer. Não há necessidade de esperar, uma vez que pode-se fazer hoje, pois a lei autoriza para Saúde, Segurança e Educação. Estão faltando profissionais, então há a carência de pessoal. Entretanto, não se efetiva a contratação exatamente para sucatear, privatizar”.
Educação
Chico aproveitou o momento para também chamar a atenção para a decisão da Secretaria de Educação de tirar de circulação 106 ônibus e micro-ônibus adaptados para cadeirantes, todos adquiridos através de convênios, que eram administrados pela TCB. No início do ano, a Secretaria de Educação fez um contrato com dispensa de licitação com cinco empresas, “dividindo os valores para dizer que podem fazer isso sem licitação e contrata-las. Esses ônibus irão ficar guardados e serão consertados na TCB, portanto estão sucateando empresas públicas para colocar empresas privadas, que não vão ter a mesma qualidade no transporte dos alunos. Os ônibus públicos serão gerenciados por empresas privadas”.

O deputado Chico Vigilante finalizou o seu discurso dando um alerta ao governador: “O secretário de Educação vai levá-lo à inexigibilidade, respondendo por crime de responsabilidade. Ao exemplo do ex-secretário da Saúde, que faliu o Hospital Universitário quando foi diretor-presidente, e agora está falindo a Secretaria de Saúde. Eu provei aqui que tinha dinheiro do fundo de saúde, milhões, para adquirir medicamentos, porém não compraram os respectivos, ocasionando a morte de pessoas. Portanto, é preciso que sejam tomadas providências. Se o governador Rodrigo Rollemberg tiver juízo, deveria demitir, por incompetência, os secretários da Saúde e da Educação imediatamente”.
Por Veronica Soares 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...