quarta-feira, 20 de maio de 2015

Descobrir um santo para cobrir outro - Médicos serão remanejados dos ambulatórios para as emergências



O Governo de Brasília (ou Prefeito de Brasília?) anunciou em nota, que para ajudar a amenizar a demora por atendimento nos hospitais do Distrito Federal, a Secretaria de Saúde determinou hoje (19) que diretores e coordenadores comecem a dar prioridade às consultas de emergência no pronto-socorro ao elaborar as escalas de trabalho dos profissionais da rede pública.


De acordo com o secretário José Batista de Sousa, é responsabilidade do diretor de cada um dos 16 hospitais regionais definir os turnos de trabalho. Em alguns casos, segundo ele, a distribuição está desequilibrada: com muitos médicos em alguns horários e poucos em outros: "Queremos que os diretores supervisionem melhor o cronograma para tornar todos os plantões da emergência mais completos”.

A medida tem caráter de urgência, e o remanejamento deverá ser feito de forma a não prejudicar pacientes com consultas agendadas. Segundo informações da pasta, o déficit é de 5 mil servidores na área. “Não podemos prejudicar os atendimentos ambulatoriais [consultas], mas também não podemos deixar as emergências no estado em que estão [com demora no atendimento]”, acrescenta o secretário-adjunto de Saúde, José Rubens Iglésias.

Atestados

A secretaria também informa que analisará com mais rigor os atestados médicos apresentados pelos profissionais. Segundo levantamento do órgão, a maior parte deles é apresentada em períodos de maior fluxo nos hospitais. "Vivemos um momento de dificuldade, em que não podemos fazer contratações substanciais e temos que trabalhar com o que temos", conclui João Batista de Sousa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...