segunda-feira, 4 de maio de 2015

Policial militar é denunciado pelo assassinato da esposa em Ceilândia


A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Ceilândia denunciou, pelo crime de homicídio duplamente qualificado, o policial militar reformado Jailson Guedes Ferreira. Ele é acusado de assassinar a esposa, Neide Rodrigues Ribeiro, na casa em que viviam. Jailson disparou contra Neide após uma briga do casal.
O crime aconteceu em 15 de abril de 2015. De acordo com a denúncia, Neide era vítima de violência doméstica e havia decidido se separar do marido. Inconformado com a situação, ele pegou um revólver e efetuou disparos contra a vítima, que não resistiu e morreu no local do crime.
Na denúncia, o Ministério Público pede a condenação de Jailson pelo crime de homicídio duplamente qualificado (feminicídio e uso de recurso que impediu a defesa da vítima), com pena de até 30 anos de reclusão.

A qualificadora do feminicídio foi incluída pela Lei nº 13.104, de 9 de março de 2015, que prevê seja qualificado o homicídio praticado contra a mulher por razões da condição de sexo feminino, em destaque quando há violência doméstica. Jailson foi preso em flagrante e teve a prisão preventiva decretada. Por isso, responderá o processo preso.
MPDFT
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...