domingo, 24 de maio de 2015

Secretaria apresenta resultado de projeto em Ceilândia que identifica talentos para o esporte


O primeiro resultado do Modelo de Identificação de Talentos (MIT) implementado nos Centros Olímpicos e Paralímpicos pela Secretaria do Esporte e Lazer, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento da Criança e Adolescente pela Cultura e Esporte (Idecace), foi apresentado nesse sábado (23), em cerimônia realizada no Centro Olímpico do Setor O, em Ceilândia.

O programa tem o objetivo de detectar, entre alunos, talentos para o esporte. O método se dá a partir da criação de um banco de dados, onde são analisados aspectos físicos, motores, psicológicos, genéticos e ambientais da criança. Após os testes, é gerado um relatório completo das aptidões e necessidades globais da criança, direcionando-a para o futuro no esporte.

O projeto implementado há dois anos na unidade do Setor O visa encaminhar a a criança e o adolescente a alguma atividade desportiva e saber quais serão suas perspectivas em competições. “Possuíamos ideias diversificadas para esta comunidade, e este Modelo de Identificação de Talento é um deles. Fizemos levantamentos de pontos positivos e negativos de alunos para acompanharmos o desenvolvimento de cada um”, disse o presidente do Instituto Idecace, Wilson Cardoso.

Representando o Ministério do Esporte, o secretário Nacional de Esporte, Lazer e Inclusão Social do órgão, Evandro Garla, ressaltou que o trabalho de identificação de talentos é importante para construção da política pública eficiente voltada para o esporte e lazer. “Estamos trabalhando com as Olimpíadas de 2016. Essa metodologia de trabalho que tem a possibilidade de dar certo no Distrito Federal, poderá fazer o Ministério do Esporte implementar a ideia em todo o Brasil,’’ destacou.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...