sexta-feira, 10 de julho de 2015

Assentamento Santarém é criado em Ceilândia


“Sou matuto, sim, senhor, e tiro o sustento da terra”. Na simplicidade da poesia de Zé Poeta - quase ninguém o conhece pelo verdadeiro nome, José Airton de Souza -, famílias da região administrativa de Ceilândia (DF) realizaram o sonho de ter seu pedaço de terra para plantar e garantir o sustento da família. Elas fazem parte do Projeto de Assentamento Distrital Santarém, criado na tarde desta quinta-feira (09) e que abrigará 23 unidades habitacionais.
O ato fez parte das comemorações do aniversário de 45 anos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). O assentamento é o primeiro de 34 que também serão criados em todo o Brasil nos próximos dias. “Por trás desta entrega, tem muito trabalho e compromisso. Compromisso com a reforma agrária, com as políticas públicas”, afirmou a secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Maria Fernanda Coelho, que representou o ministro Patrus Ananias.

O assentamento Santarém tem capacidade para produzir hortifrutigranjeiro com a utilização de tecnologia social para a agricultura familiar e baixo impacto ambiental. A agora assentada Carliene Oliveira provou que isso é possível. Toda orgulhosa, ela exibiu aos presentes os pés de alface que já conseguiram produzir de forma agroecológica. “Olha aqui o nosso produto, que bonito.”
Para ela, o esforço de quase 20 anos de luta foi recompensado hoje. “Essa terra tão sonhada por todos nós parecia utopia. Nosso objetivo era produzir alimentos de qualidade e não víamos esperança. Hoje, nosso sonho se tornou realidade, o assentamento é a concretização desse sonho”, emocionou-se Carliane.
O discurso da nova assentada foi reiterado pelo da presidente do Incra, Maria Lúcia Falcón, que afirmou não ter lugar melhor para celebrar o aniversário da autarquia do que em um assentamento. “O Incra trabalha com um produto muito nobre, que é a terra, o chão da pátria. O novo Incra começa hoje, e estamos comemorando no local que é a razão de ser do nosso trabalho.”
Compromisso
Zé Poeta, 66 anos, é assentado há dez. Hoje, ele foi prestigiar a luta dos colegas do novo assentamento e levou um pouco de sua poesia. Ele faz parte do Movimento de Apoio ao Trabalhador Rural (MATR) e, com sua arte, retratou parte de sua vida. “Não sei falar direito, porque não tive tempo de estudar”, contou, para, em seguida, se alegrar com a conquista dos filhos, que viu virarem “doutores”.
No prazo de até quatro anos, a conquista dele será a de mais 120 mil famílias. Isso porque o Governo Federal assumiu o compromisso de assentar essas famílias nesse tempo. “Esse é um momento extremamente importante, porque ele é um marco desse compromisso, no dia do aniversário do Incra. O Governo se compromete a criação de novos assentamentos, nos próximos quatro anos”, confirmou Maria Fernanda Coelho.
“Esperamos que tenhamos muito o que comemorar, quando daqui a 4 anos nós comemorarmos o cinquentenário da autarquia, entregando ao Brasil um Incra mais democrático, mais ágil e cada vez mais comprometido com os grandes desafios de administrar o solo da pátria”, ressaltou a presidente do Incra, Maria Lúcia Falcón.

Assentamento
Criado por meio do decreto do governo do DF nº. 36.190, de dezembro de 2014, o Projeto de Assentamento Distrital Santarém é reconhecido pelo Incra e as famílias assentadas terão acesso às políticas públicas do Governo Federal. A área está localizada no imóvel Guariroba, na Região Administrativa de Ceilândia. As famílias receberão assistência técnica da Emater/DF, que promoverá ações que permitam a efetiva implantação do assentamento, a partir da implementação de políticas públicas e do desenvolvimento sustentável.
Fonte: Ascom MDA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...