terça-feira, 21 de julho de 2015

Em carta, DF em movimento lamenta exclusão da sociedade civil no lançamento do programa Pacto pela Vida


O DF Em Movimento tem consciência dos altos índices da violência social, simbólica, institucional, estrutural e da criminalidade em nosso País e, principalmente, em Brasília.

Neste sentido, um processo metodológico como o Pacto Pela Vida é fundamental! Este ato de coragem exige deixar explícito os três atores fundamentais - o Estado, as forças policiais e a sociedade civil organizada - no mesmo patamar estratégico para que possamos alcançar o nosso propósito, que é integrar as políticas públicas de estado e reduzir a criminalidade.


Construir esse processo de interação entre Estado e Sociedade significa que o Governador tenha um papel fundamental como coordenador político do Pacto Pela Vida!


Neste processo de construção coletiva, não cabem no governo disputas mesquinhas internas que prejudiquem os objetivos estratégicos de diálogos entre os três atores fundamentais para uma boa governança.

O DF Em Movimento, continua a sua missão de diálogo público, franco e aberto potencializando a Cidadania Viva em todos os territórios de Brasília!

Portanto, lamentamos profundamente que o lançamento público do Pacto Pela Vida, fruto de um esforço coletivo nesses últimos quatro meses, não tenha representado um dos atores fundamentais desse processo, que é sociedade civil organizada.

DF em Movimento
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...