quarta-feira, 29 de julho de 2015

Empresa que organiza O Maior São João do Cerrado nega irregularidades


O Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania - IBI, empresa que organiza o evento "Maior São João do Cerrado" em Ceilândia, negou irregularidades no Ministério da Educação e Cultura, mas assume dívida com fornecedores e prestadores de serviços. As suspeitas de irregularidades foram publicadas no Diário de Ceilândia

Confira íntegra da nota do IBI:


O Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania - IBI vem a publico esclarecer algumas informações que foram veiculadas erroneamente na imprensa local.

Prestação de Contas – Ministério do Turismo 

Todos os documentos solicitados para a prestação de contas do convênio do Maior São João do Cerrado, realizado em 2010, foram protocolados no Ministério do Turismo em 22/08/2014 e, até o momento, o processo não foi encerrado, impossibilitando assim qualquer condenação da entidade.



O IBI encontra-se adimplente e sem pendências com as prestações de contas dos convênios firmados com a Secretaria de Estado de Cultura do DF.

Pagamentos do Maior São João do Cerrado 2014 e Secretaria de Cultura do DF


Os recursos do projeto ainda não foram creditados pela Secretaria de Cultura do DF e com isso não foi possível honrar com os compromissos assumidos com fornecedores e prestadores de serviços no ano anterior.


Apesar disso, o IBI realizará nos dias 28, 29 e 30 de agosto, a nona edição do Maior São João do Cerrado, com bilheteria, cobrando ingressos a preços populares, como forma de dar continuidade a um projeto de sucesso e de grande importância para o Distrito Federal.

O IBI preza pela honestidade e comprometimento com a verdade, pautando seus atos pelos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e economicidade, estando à disposição dos órgãos de controle para quaisquer esclarecimentos necessários.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...