quinta-feira, 16 de julho de 2015

Mais de 370 toneladas de lixo e entulho são retirados de Ceilândia, mas parte da população insiste em sujar


Com as constantes ações de limpeza, o lixo e o entulho, aos poucos, deixam de ser cenário em Ceilândia. Desde janeiro, já foram retiradas cerca de 370 toneladas de resíduos sólidos na região, somente nos mutirões de limpeza, como o Levanta DF. Os principais pontos que receberam as benfeitorias foram a QNN20 - Ceilândia Sul, QNN9 - Área Especial – Ceilândia Norte, QNN27 – Ceilândia Norte, Ceilândia Centro, Setor de O e regiões do P Sul.


Para manter a cidade sempre limpa, centenas de trabalhadores se empenham neste serviço. Quase 200 garis são responsáveis pela limpeza da região administrativa. Eles recolhem em média 13,5 mil quilos de lixo diariamente, somente na varrição, além da coleta domiciliar que recolhe mais 450 toneladas de lixo por dia. Para executar o trabalho, são utilizadas cinco pás mecânicas, 17 caçambas e 18 caminhões coletores.

O administrador regional de Ceilândia, Vilson de Oliveira, diz que o esforço em manter a cidade limpa tem sido constante. “Muitas vezes, limpamos em um dia, e, no outro, o local já está sujo”, frisa. O administrador alerta que o cidadão que faz o descarte inadequado de lixo em terrenos baldios ou área de preservação está colocando a saúde pública em risco. “O lixo, além do mau cheiro, pode possibilitar o surgimento de doenças, como, por exemplo, através da proliferação do mosquito da dengue, ratos e animais peçonhentos. Sem contar que em épocas de muitas chuvas o lixo pode acabar entupindo as bocas de lobo e dificultando o escoamento da água”, destaca.

Vilson salienta que uma cidade mais limpa dependa da conscientização de cada cidadão. “Fica então a reflexão para que cada um de nós façamos nossa parte, contribuindo para uma Ceilândia mais limpa e organizada”, afirma o administrador.

Desrespeito

Com as constantes ações de limpeza de áreas públicas em Ceilândia, alguns moradores insistem em desrespeitar os espaços limpos.  Na semana passada, entre os dias 6 a 14 de julho, várias áreas da região administrativa passaram por limpeza, sendo recolhidas cerca de 60 toneladas de lixo e entulho.  Novamente os locais voltaram a ser sujos com lixo doméstico e restos de obras, mesmo com placas indicando que nestes locais é proibido o descarte.
Para a vendedora Ana Maria Sales, 34 anos, os gestos individuais podem fazer uma grande diferença. “Muito bom andarmos pela cidade e não vermos aquele aspecto feio de sujeira.  É Importante que todos os moradores se conscientizem de manter a cidade limpa e não jogar o lixo em qualquer lugar”, adverte a moradora de Ceilândia.

Legislação

A legislação vigente referente à Fiscalização de Limpeza Pública prevê a aplicação de multas para quem for pego jogando lixo em área pública que pode variar de R$ 114 a R$ 11 mil reais. Além disso, é considerado infração penal jogar em terrenos baldios ou becos qualquer tipo de resíduo, seja domiciliar, comercial, industrial, entulho de obra, restos de poda de árvores e plantas, entre outros, conforme Lei Distrital nº 972, de 11 de dezembro de 1995, que dispõe sobre os atos lesivos à limpeza pública.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...