sábado, 22 de agosto de 2015

Abertura da 4ª Olimpíadas de Ceilândia reuniu cerca de 1, 5 mil pessoas entre atletas e ceilandenses


Em clima de grande empolgação e alegria, cerca de 1, 5 mil pessoas prestigiaram a abertura da 4ª Olimpíadas de Ceilândia, realizada neste sábado (22), no Centro Olímpico Parque da Vaqueja, no P Norte. Idealizado pela Administração Regional de Ceilândia em parceria com a Secretaria do Esporte e Lazer do Distrito Federal, o evento contou com presença da secretária Leila Barros, do administrador regional. Vilson Oliveira, e do diretor da Coordenação de Ensino de Ceilândia, Marcos Ferraz.


Durante a cerimônia de abertura, o público pode conferir a apresentação de grupos culturais e esportivos da região, que empolgaram os ceilandenses com performances de dança de rua, capoeira e caratê. Os participantes também prestigiaram a apresentação musical de projeto social promovido pelo colégio Notre Dame, que ensina música de graça a alunos da rede pública de Ceilândia.

A secretária Leila Barros se emocionou durante o evento ao lembrar de sua trajetória como atleta. Leila explicou a importância do esporte como ferramenta de transformação social. “Também comecei em uma escola pública do DF e me tornei uma medalhista olímpica. Ceilândia já provou que tem potencial para o esporte. Temos certeza que já temos uma nova geração de atletas”, ressaltou a secretária.

Prata da casa 
O evento contou com a participação do paratleta ceilandense Ariosvaldo Fernandes, ganhador de duas medalhas de prata nas disputas dos 200 e 400 metros sobre cadeiras de rodas no Parapan de Toronto, realizado no primeiro semestre deste ano, no Canadá. “É um prazer fazer parte desta festa do esporte. Sou prova de que Ceilândia tem atletas talentos que precisam ser descobertos. É recompensador ver a o brilho e a vontade desta garotada”, contou o medalhista.

A estudante Priscila Souza, 15 anos, participará das competições de natação durante a 4ª Olimpíadas de Ceilândia. Ela está empolgada em disputar os jogos no mesmo lugar onde vive. “É a oportunidade que temos para conhecer atletas de outros setores da cidade, além do evento incentivar a prática esportiva entre crianças, jovens e idosos. Afinal é um evento democrático”, disse, empolgada, a atleta.

Para o administrador Vilson Oliveira, o evento tem a missão de resgatar a cultura do esporte e lazer de Ceilândia. “Temos grandes nomes do esporte que se destacaram nacionalmente como, por exemplo, nossa secretária Leila Barros, entre tantos outros. Com os jogos, iremos apresentar os diversos projetos sociais na área do esporte, que já ocorrem nos Centros Olímpicos de Ceilândia”, afirmou o administrador.

As disputas acontecerão em espaços poliesportivos da região, que contarão com toda estrutura necessária, com árbitros, chefes de delegações e auxiliares, conforme exigência para cada modalidade. As competições vão até três de setembro, quando será realizada cerimônia de premiação.

Inclusão
Neste ano, a novidade das 4ª Olimpíadas de Ceilândia é a participação de paratletas disputando títulos individuais e por equipe nas modalidades de natação, atletismo, bocha, basquete (cadeirantes), futebol (deficientes visuais). As competições paralímpicas iniciarão no dia 30 de agosto.

As Olimpíadas de Ceilândia estão entre as competições mais importantes do calendário esportivo da região administrativa. Realizado nos anos de 2010, 2013 e 2014 pela Administração de Ceilândia, o evento tem como o principal objetivo promover a inclusão social a partir do esporte, além de detectar novos talentos e criar um ambiente favorável para prática esportiva entre crianças, jovens e idosos.

Ao todo serão 15 modalidades: Atletismo, Xadrez, Dama, Dominó, Caratê, Vôlei de Quadra, Vôlei de Areia, Futvolei de Campo, Futebol Society, Futsal, Handebol, Jiu-Jitsu, Natação, Basquete e bocha. Realizada desde 2010, a Olimpíada de Ceilândia já recebeu cerca de 5,8 mil participantes.

Ascom Administração de Ceilândia
Imagem Dayane Gonçalves- Coletivo Expressão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...