terça-feira, 25 de agosto de 2015

Escolas de Ceilândia inscrevem oito curtas-metragem para Festival


A possibilidade de filmar, decupar, criar roteiros e dar vida a personagens nas telonas fez com que os alunos da rede pública aliassem, nos últimos dois meses, o ensino das disciplinas à produção de audiovisuais no dia a dia das escolas. Iniciativa das secretarias de Educação (SEDF) e de Cultura (Secult) para fomentar a produção de vídeos e retratar a cultura das cidades do Distrito Federal, o 1° Festival de Filmes de Curta-Metragem recebeu, no total, 101 inscrições, de 1° de julho a 17 de agosto.


A maior parte veio das escolas de Santa Maria, com 40 filmes, seguidas das do Guará (30), Plano Piloto (11), Ceilândia (8), Planaltina (3), além das escolas de Brazlândia, Paranoá, Recanto das Emas e Gama, que participam com duas inscrições cada uma, e de São Sebastião, com uma.Desses, 30 serão exibidos no 48° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que ocorrerá de 15 a 22 de setembro, oportunidade que encheu os olhos dos jovens estudantes.
Para a Secretaria de Educação do DF, o número de inscrições é positivo, avalia uma das organizadoras do concurso, Maria do Carmo Alvarenga, do Canal E, ligado à coordenação de Mídias Educativas da Subsecretaria de Modernização e Tecnologia. “A mobilização das regionais de ensino foi muito importante. Algumas escolas convidaram pessoas de fora, como cineastas, para falar sobre o processo criativo. Outras, inclusive, ofereceram oficinas de roteiro, edição e audiovisual e teve até aquelas que produziram festivais paralelos para incentivar”, diz. É o caso do Centro Educacional 11, de Ceilândia, história contada aqui.
Próximas etapas
A partir desta semana, uma comissão formada por três representantes da Educação e dois da Cultura fará a avaliação do material recebido. Dessa seleção serão escolhidos os 30 melhores trabalhos, que serão exibidos no tradicional Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Os vídeos serão avaliados nas categorias montagem, direção, fotografia, roteiro, ator, atriz e abordagem do tema. A lista dos filmes selecionados para o Festival será divulgada em 9 de setembro, no site da SEDF.
As produções tiveram como tema A cara da cultura em sua cidade para direcionar o olhar dos estudantes à cultura de onde moram. O desafio lançado foi que, a partir dessa análise, os alunos fizessem filmes de até cinco minutos de duração, de qualquer gênero cinematográfico, utilizando uma câmera ou, apenas, o celular. Mas a qualidade das produções pode ter surpreendido, como afirma a coordenadora. "A criatividade está na veia desses estudantes. Podemos, certamente, ter boas surpresas a partir destes vídeos". 
O Festival de Curtas também vai homenagear o cineasta paraibano Vladimir Carvalho que, neste ano, completa 80 anos. O artista é conhecido por apresentar a realidade brasileira de forma crítica e poética em suas produções. Os curtas de destaque serão também exibidos no Circuito de Cineclubes das Escolas da Rede Pública do DF e nos sites da Secretaria de Educação e da Cultura.
Elton Pacheco, Ascom/SEDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...