segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Júri de Ceilândia condena acusado de matar motorista com criança no carro


O Tribunal de Justiça do Distrito Federal condenou na sexta-feira (7) Ricardo Batista Santos a 16 anos e meio de prisão por homicídio qualificado. De acordo com a denúncia, ele acreditava que a vítima queria matá-lo e por isso cometeu o crime. A vítima foi atingida enquanto dirigia e, após alvejada, perdeu o controle do carro e subiu no meio-fio, pondo em risco pedestres. Havia uma criança no veículo.

A morte aconteceu no dia 12 de julho de 2012. O Ministério Público apontou que o acusado era reincidente. Na análise do Tribunal do Júri de Ceilândia, o crime aconteceu por motivo fútil e de forma a dificultar a defesa da vítima. O acusado não poderá recorrer em liberdade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...