domingo, 9 de agosto de 2015

Mesmo autorizado GDF não derruba invasões do Lago


O Ministério Público do DF e Territórios diz que não há nenhum impedimento para que a Agência de Fiscalização do Distrito Federal, Agefis, derrube todas as obras irregulares nos Lagos Norte e Sul, entretanto, a Agência prefere aguardar a avaliação do Procuradoria-Geral do DF, que por sua vez, parece aguardar a autorização do Governador Rodrigo Rollemberg.

Certamente que este é um governo legítimo, porque foi eleito com a maioria dos votos da população do DF, mas está se tornando um governo imoral na medida em que derruba casas de pessoas pobres na Ceilândia e em Vicente Pires, por considerá-las ocupações irregulares e ignora as invasões feitas pelos endinheirados nas margens do Lago

No dia 15 de Maio o GDF deveria ter autorizado a derrubada de cercas e muros em um perímetro de 30m a partir do Lago e não o fez, mesmo com a justiça tendo negado o embargo de declaração interposto pela Associação dos Amigos do Lago Paranoá, Alapa.

Segundo a promotora de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema), Luciana Bertini Leitão, é dever constitucional do Estado agir. “Não falta nada para começar a desobstrução da orla do lago, porque, independentemente de ação judicial, o Estado é absoluto e independente em questões que envolvem o espaço público”, destacou. “A Justiça confirmou que todas as obrigações transitadas em julgado em 2013 não podem ser alteradas”, concluiu.

Blog do Arretadinho com informações do Correio Web
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...