sábado, 22 de agosto de 2015

Uber estreia serviço mais barato em Ceilândia e mais três cidades do DF



O Uber lançou na última sexta-feira (21) nas cidades do Rio de Janeiro e Brasília sua modalidade de transporte alternativo mais barata, o uberX. A companhia é alvo das críticas de taxistas nas quatro cidades em que funciona -- a lista também inclui São Paulo e Belo Horizonte. Eles acusam o Uber de exercer o transporte individual de passageiros sem autorização do poder público.


Já presente nas capitais paulista e mineira, o uberX funciona da mesma forma que o original: o usuário faz o pedido de corridas pelo aplicativo, que indica o motorista mais próximo e também efetua o pagamento.
As diferenças são que as tarifas são 20% mais baratas e os carros são modelos compacto.

Em Brasília, o uberX cobrará uma tarifa base de R$ 3. São acrescidos R$ 0,25 por minuto e R$ 1,60 por quilômetro. No Rio, os valores são os mesmos, à exceção da cobrança por quilômetro rodado, que é de R$ 1,40. O valor mínimo cobrado é de R$ 8.

Outra novidade é a inclusão das cidades Samambaia, Ceilândia, Taguatinga e Sobradinho no serviço. Os valores cobrados nelas quando a modalidade escolhida for o uberX são os mesmos que valem para Brasília.

Com isso, o Uber reajustou seus preços na capital federal. A tarifa base fica em R$ 4, enquanto o quilômetro percorrido custa R$ 1,95 e o minuto, R$ 0,35.

Sobre o anúncio do novo serviço, o GDF informou, por meio de nota da assessoria de imprensa, que “o governo de Brasília vai analisar este serviço e incluir no âmbito da comissão que discute a possível regulamentação do Uber”. O gerente-geral do Uber no Brasil, Guilherme Telles, explicou que a ideia de criar o UberX surgiu a partir da demanda de motoristas e passageiros e vem para somar o transporte do DF. Além de Brasília, São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro têm o serviço.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...