quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Senador Hélio José quer explicações do GDF, em Audiência Pública, por agressão aos professores


A trapalhada do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB) em relação à agressão por parte do Batalhão de Operações de Polícia Especiais (Bope) e da prisão de professores, em greve,  na capital do país repercutiu no Congresso Nacional. Por meio do aplicativo Whatsapp, o senador, Hélio José da Silva Lima (PSD-DF), condenou a ação do GDF que pode ter que dar explicações naquela Casa.

Coordenador da Bancada Federal do DF, no Congresso Nacional, Hélio José foi enfático: “A atitude de agressão a grevistas é vergonhosa e merece o repudio de todos nós. Não admitimos agressões aos Professores, aos Rodoviários e a nem um trabalhador que esteja em greve pelos seus justos direitos… estamos solidários!”, escreveu.
Ainda na publicação o Senador observou ainda que pretende cobrar explicações do GDF por meio de Audiência Pública: “Quando eu voltar do Congresso Internacional do Parlatino, sobre a Lei do Marco da Integração das Energias, na próxima terça-feira [3 de novembro], vou propor uma Audiência Pública no âmbito da CDH [Comissão de Direitos Humanos] do Senado Federal, para que o GDF esclareça as agressões aos trabalhadores de Brasília.”, afirmou.
Ao Política Distrital, Hélio José observou que está a disposição do GDF para tentar ajudar a trazer recursos para o DF, mas lamentou a postura do Governador, de não buscar o diálogo com a Bancada Federal no Congresso Nacional e tampouco de dialogar com os servidores para resolver o impasse da greve.
“Infelizmente o Governador do GDF é arrogante e se nega a dialogar com a bancada e com os grevistas. Estamos todos coesos no apoio aos grevistas e solicitando que o GDF apresente uma solução para esta greve, sem violência ou agressão aos grevistas.”, e ratificou: “A atitude de agressão a grevistas é vergonhosa e merece o repudio de todos nós.”, concluiu.
Por Kleber Karpov

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...