sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Beni: Ceilândia não joga no Abadião Amarelo


O Ceilândia não tem a maior  torcida do DF, mas o Ceilândia tem história. Ao lado de Gama, Sobradinho e Brasília, o Ceilândia é um dos poucos remanescentes da década de 70 ainda em atividade e, mais importante, na primeira divisão do futebol local.

O Ceilândia tem uma história que precisa ser respeitada. A informação chegada ao CeilandiaEC é a de que Neimar Trindade, ajudante parlamentar júnior comissionado, do Gabinete do Senador Hélio José, teria autorizado pintar o estádio de amarelo porque a tinta teria sido ganha de um comerciante da cidade. É de se perguntar se ele teria coragem de fazer o mesmo no Bezerrão.
Neimar Trindade seria um dos novos homens fortes do futebol do DF ao lado do Senador Hélio José. Ao tempo em que teria forte ingerência na gestão do Estádio Regional da Cidade, Neimar surge nas atas da Federação local como “representante dos torcedores do futebol do DF”.
Já Beni Monteiro, o homem forte do futebol do Ceilândia, afirmou que o Ceilândia tem tudo para disputar o campeonato 2016. Antecipou, contudo,  que o Ceilândia não vai jogar no Estádio Regional pintado de amarelo.  Trata-se de um desrespeito à bandeira da cidade, às cores dos times da cidade e à história dos times da cidade.
A informação chegada ao CeilandiaEC dá conta que o Brasiliense de fato vai mandar seus jogos no Estádio Regional. Quanto a isso, não há  oposição. O Brasiliense é bem vindo, mas é absolutamente constrangedor que os moradores da cidade sejam desalojados para que um estranho ocupe o espaço.
A decisão está nas mãos de Neimar Trindade Frota um homem que, por sua vivência no futebol de Ceilândia, deveria melhor compreender a sua história e seus valores.
CeilandiaEC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...