sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Gestão participativa e colaborativa gera reconhecimento à escola em Ceilândia


Aprendizado além dos muros da escola. Esse conceito mudou a vida dos gestores, professores e dos 452 estudantes da Escola Classe 15 de Ceilândia. A unidade participa do Projeto de Educação Integral em Tempo Integral (Proeiti), pelo qual os meninos e meninas permanecem 10 horas na escola. Com isso, há quatro anos a unidade aproveita todo o tempo para trabalhar ações e temas específicos, com a integração do saber institucional e o saber popular.

“Uma andorinha só não faz verão. Somente em equipe foi possível reinventar a estrutura da escola. Buscamos até mesmo fora de Brasília novas experiências, a partir do momento em que implantamos o Proeiti, para entender o processo”, explica o diretor da unidade, Ricardo da Silva Koziel.
Segundo o gestor, todos os estudantes participam da manutenção da horta, dançam, praticam educação física, fazem aulas de informática, entre outras atividades. Há, ainda, passeios, uma vez por mês, que os levam ao teatro, cinema, exposições e outras atividades culturais.
A experiência foi tão satisfatória que, hoje, na avaliação do diretor Koziel, todos os estudantes do 1º ano são alfabetizados, todos do 2º ano já são capazes de produzir textos e os do 3º ano fazem operações matemáticas com dois algarismos. Um resultado gratificante para a equipe da unidade. “Temos um corpo docente que trabalha para que o projeto dê certo, professores que abraçaram as mudanças”, completa.
Quanto à parte pedagógica, o conteúdo atual é mais “amarrado”, conforme a vice-diretora Mariangela de Oliveira Cambraia. “A cada bimestre, toda a comunidade escolar sabe qual tema será trabalhado, inclusive as atividades extracurriculares, tudo elaborado no início do ano com o grupo de funcionários da unidade. Os professores trabalham coletivamente e os pais são convidados para as feiras de ciências, gincanas, oficinas e todos os eventos, onde podem colaborar com opiniões e sugestões”, conta.
O Projeto Político Pedagógico da Escola Classe 15 é consolidado e contextualizado. Este ano, por exemplo, já foram trabalhados, por bimestre, os temas “Ceilândia, minha cidade minha raiz”, “EC 15 de norte a sul do Brasil”, “Pequenas corrupções, diga não” e neste último serão realizadas ações relacionadas ao tema “A EC 15 tem todas as cores”, em alusão ao Dia da Consciência Negra.



Medalha de Prata
Pela excelência na gestão participativa, a Escola Classe 15 de Ceilândia conquistou a segunda colocação no Prêmio Gestão Escolar, na etapa Distrital. O concurso serviu de motivação e incentivo para o gestor e os envolvidos, que viram na premiação uma possibilidade de autoavaliação do trabalho e o reconhecimento por todo o esforço investido.
Secretaria de Educação GDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...