sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Agricultura familiar dá bons frutos em Ceilândia


Os criadores de frango caipira atendidos pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) de Ceilândia já comercializaram este ano cerca de cinco toneladas de frango para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A ação é feita em parceria com a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do DF (Seagri-DF).

Ceilândia é uma das regiões que mais forneceu esse tipo de alimento para o programa. Aproximadamente 41% de toda a ave entregue em 2015 veio da região administrativa.  Segundo dados da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do DF, até o momento, em 2015 já foram comercializados para o programa 12,1 mil quilos de frango para o  PAA em todo Distrito Federal. Além disso, a cidade possui o maior número de produtores de frango caipira cadastrados no programa, sendo 12 de um total de 25 em todo DF.

A produtora Elizabeth Lourenço de Araújo, 63 anos, participa do projeto há três anos. Elizabeth conta que encontrar um mercado para venda de sua produção era uma das grandes dificuldades. “Antes não tínhamos oportunidade de vender e perdíamos muita coisa. Hoje, conseguimos vender mais e melhor e temos mais ânimo para trabalhar, além de melhorar nossa qualidade de produção”, afirma Elizabeth.

Segundo Aécio Prado, gerente local da Emater Ceilândia, a intenção do programa é oferecer para os pequenos produtores rurais a oportunidade de vender seus produtos. “Vimos na região um grande potencial, por isso resolvemos incentivar a produção de frango caipira. São pessoas que não teriam a oportunidade de comercialização porque não produz em grande quantidade, o que torna o produto delas mais caro”, frisa.

A Emater incentiva os produtores desde o início da produção, com orientações sobre as instalações, criação, vacinação, alimentação e comercialização das aves. Na hora da venda, auxiliam ainda na logística de levar para o abatedouro e depois na entrega para o PAA, já que os produtores não têm caminhão e nem as caixas adequadas para o transporte.

Entenda o programa
O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) foi criado em 2 de julho de 2003 pelo art. 19 da Lei nº 10.696. Os produtos são vendidos para o PAA por um preço fixo, através de uma cotação anual.  A ideia do PAA é incentivar a agricultura familiar, além promover também o acesso à alimentação. 


Os alimentos são adquiridos diretamente dos agricultores familiares ou de suas associações e cooperativas e destinados às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e também àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...