segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Assassino de ciclista morador de Ceilândia afirmou que saiu de casa "só para roubar"

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na noite deste domingo (27) um homem de 18 anos suspeito de matar um ciclista durante uma tentativa de assalto na DF-001, no Recanto das Emas, horas antes. O delegado-chefe da 27ª DP (Recanto das Emas), Hermes Dantas, afirma que o suspeito faz parte de uma gangue que atua na região.

"O autor faz parte de um grupo chamado Primeiro Comando das 800, que vem sendo monitorado há muito tempo por essa delegacia. Alguns desses integrantes já estão até presos, então, ficaram esses remanescentes, que continuam na prática de homicídios, crime e roubos", diz Dantas.

Segundo a corporação, ele confessou o crime e foi reconhecido por testemunhas. O homem será indiciado por latrocínio, como é conhecido o roubo seguido de morte. A bicicleta que estava com a vítima foi abandonada a poucas quadras de distância do local do crime, e o suspeito continuou fugindo a pé.
O crime aconteceu na manhã de domingo. Morador de Ceilândia, José Leonardo Santos pedalava pela DF-001 e, segundo a Polícia Civil, retornava da casa da sogra em Luziânia, cidade do Entorno. Ele completaria 41 anos nesta segunda-feira (28) e estava a caminho da comemoração com a família.
O ciclista foi abordado às margens da rodovia, levou um tiro no rosto e morreu no local. Na delegacia, o suspeito afirmou que saiu de casa "só para roubar" e que atirou porque a vítima não parou a bicicleta.

"É lamentável a conduta de um sujeito que sai para matar, para roubar, seja o que for. Trabalhar, ele não quer. Quem pratica crime, uma hora ou outra, acaba sendo preso", diz Hermes Dantas.
O velório deve ser realizado na tarde desta segunda. A partir das 18h, um grupo de ciclistas deve fazer um ato de protesto entre a Praça do Relógio, em Taguatinga, e o Congresso Nacional.
*Informações do G1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...