domingo, 27 de dezembro de 2015

Ceilândia define participação no Candangão 2016

Após resolver algumas divergências internas que, inclusive, deixavam em dúvida a participação da equipe no próximo campeonato candango, a diretoria do Ceilândia bateu o martelo e começou a montagem do grupo que vestirá a camisa alvinegra para tentar conquistar o terceiro título da principal divisão do futebol do DF. O Gato Preto, que será novamente comandando por Adelson de Almeida, está confirmado para estrear dia 30 de janeiro, às 16h, diante do Cruzeiro.

A participação do alvinegro no Candangão 2016 esteve ameaçada nos últimos meses. Isso porque José Beni, um dos homens fortes do clube, defendia a ideia de licenciar a equipe por dois anos. Se isto acontecesse, o Ceilândia seria automaticamente rebaixado para a divisão de acesso. Por outro lado, os irmãos Almeida (Adelson, Almir e Ari de Almeida) nem pensavam na hipótese de o principal clube da maior cidade do DF ficar de fora do próximo Candangão.
O impasse, porém, foi resolvido depois de algumas reuniões envolvendo todos os integrantes alta cúpula do clube. O desfecho, para a alegria dos torcedores alvinegros, foi o melhor possível. O Ceilândia não só participará do certame como também promete até brigar pelo título. Sobretudo depois da eleição do presidente Ari de Almeida, uma vez que ele vinha dirigindo a agremiação de maneira oficiosa.
TIME JOVEM E MADURO
Profundo conhecedor do futebol candango, Adelson de Almeida, que já comandou a equipe em 164 jogos, conquistando três títulos (dois pela primeira divisão – 2010 e 2012 -, além da Taça Mané Garrincha, em 2012), vai apostar em um grupo jovem, mesclado com jogadores rodados. “Um time jovem e maduro”, resumiu Adelson de Almeida.
Até o momento, 23 jogadores já assinaram contrato com o Ceilândia e têm presença garantida na apresentação que está agendada para dia 2 de janeiro, às 16h, na “Cidade do Gato”. Outros dois atletas cujos nomes não foram revelados dependem apenas da assinatura do contrato. Entre os que já estão certos, destaque para a volta do volante Liel e do lateral-esquerdo Kabrine, além dos atacantes Chefe e Romarinho.
ESTÁDIO X POLÊMICA
A recente reforma feita no estádio Abadião não agradou a diretoria do Ceilandia. Insatisfeitos, os dirigentes alvinegros procuram outro local para o Gato Preto mandar seus jogos, no caso de a administração da cidade manter o Abadião pintado de amarelo e branco, cores alusivas ao Brasiliense. O Jacaré pretende adotar o Abadião como sua nova casa a partir da próxima temporada.
A nova “maquiagem” que o estádio ganhou por meio de ingerência de Neymar Frota (ajudante parlamentar júnior comissionado, do Gabinete do Senador Hélio José), ocorreu de forma supostamente ilegal, haja vista se tratar de espaço público e, portanto, as obras deveriam ter passado por processo licitatório. Ainda que o Brasiliense, ou o próprio Neymar Frota, se dispusesse a arcar com as reformas, a operação estariam em desacordo com o Decreto 36554/2015,  que dispõe sobre o Procedimento de Manifestação de Interesse e sobre a Manifestação de Interesse Privado em parcerias público-privadas e em concessão comum ou permissão de serviços públicos, arrendamento de bens públicos e concessão de direito real de uso no âmbito da administração pública distrital.
ELENCO DO CEILÂNDIA
Goleiros: Léo, Maicom e Marcelo;
Laterais: Biba, Dudu Lopes, Kabrine e Mário Henrique;
Zagueiros: Badhuga, Cristiano Madruga, Dedê e Sandro;
Volantes: Acácio, Didão, Hugo e Liel;
Meias: Felipe Cirne, Vinícius e Wisman;
Atacantes: Cássius, Chefe, Gotinha, Netinho e Romarinho.

COMISSÃO TÉCNIA
Técnico: Adelson de Almeida
Auxiliar Técnico: Leonardo Roquete
Preparador Físico: Jhon Kleber
Preparador de Goleiros: Bruno Henrique
Médico: Dr. Marcos Honorato
Fisioterapeuta: Paulo Henrique
Massagista: Cocada
Mordomo: Luizão

DIRETORIA
Presidente: Ari de Almeida
Diretor de Futebol: Almir de Almeida
Supervisor: Pedro Paulo
Gerente: Nadir Lacerda​

Por Jânio Gomes
Esporte Candango
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...