quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Projeto leva dança e cidadania a jovens de Ceilândia

Os jovens de Ceilândia já podem fazer aulas gratuitas de dança contemporânea. O projeto social Ceilândia tem Dança, realizado pelo bailarino e coreógrafo Rodrigo Cruz, está com vagas abertas para oficinas. As aulas ocorrem aos sábados, às 19h, e aos domingos, às 9h, com o apoio da Administração Regional, que oferece o espaço para o programa, no Centro Cultural de Ceilândia (próximo à estação do metrô Ceilândia Norte).


O professor explica que não é preciso fazer inscrição com antecedência, apenas comparecer às aulas com roupas confortáveis. Para participar, é preciso ter no mínimo 15 anos.  A ideia, segundo Rodrigo Cruz, é possibilitar o acesso à dança para a comunidade ceilandense. “Quero mostrar que aqui tem pessoas envolvidas com a cultura e projetos que possibilitam aos jovens, principalmente os que estão em situação de vulnerabilidade social, terem acesso a cultura, além de poderem resgatar sua autoestima”, frisa ele.

Rodrigo Cruz atua como bailarino e coreógrafo há 20 anos. Ele conta que iniciou a vida artística em um projeto social, quando adolescente. A dança foi a saída para os problemas familiares que enfrentava. “Sou o mais velho de seis irmãos e venho de uma família desestruturada, com problemas de álcool e drogas. Graças à dança, hoje tenho uma profissão e consegui ser um cidadão que conquistou seu espaço na sociedade”, lembra, emocionado.

Agora, o bailarino quer dar a oportunidade que teve a outras pessoas. “O acesso à dança ainda é restrito a uma pequena parcela da sociedade, pois tem um custo muito alto.  As aulas são muito caras; como agora tenho a possibilidade de ofertar as oficinas, abri espaço para a comunidade”, destaca.



Centro Cultural

Em março de 2015, a Administração de Ceilândia, juntamente com artistas locais, voluntários, estudantes e a comunidade, iniciaram o programa de revitalização do Centro Cultural de Ceilândia e da Biblioteca Pública Carlos Drummond de Andrade, que estavam fechados desde 2011. O espaço recebeu um grande mutirão, quando foram realizadas  benfeitorias, como a limpeza do local, pintura e grafitagem.

Essa foi a primeira ação de revitalização do local desde que foi inaugurado, em dezembro de 1993. Atualmente, o espaço recebe projetos de dança, música e oficinas profissionalizantes para a comunidade de Ceilândia. 


*Informações ascom administração de Ceilândia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...