terça-feira, 12 de abril de 2016

Agora é possível agendar emissão de identidade no Na Hora

As seis unidades do Na Hora ganharam a opção de agendamento para solicitar carteira de identidade, em primeira ou segunda via. Com isso, será possível reduzir o tempo de espera, proporcionando maior conforto à população. Os interessados poderão marcar o horário e a unidade de preferência pelo telefone 156.
Os postos do Na Hora continuam oferecendo o serviço pessoalmente, por ordem de chegada — e limite diário na distribuição de senhas. Além disso, o documento segue sendo emitido em nove delegacias da Polícia Civil.

De janeiro a março deste ano, as seis unidades do Na Hora — Ceilândia, Gama, Riacho Fundo I, Rodoviária, Sobradinho e Taguatinga — emitiram 38.310 carteiras de identidade. No mesmo período de 2015, foram 45.115.
Ao longo de todo o ano passado, foram emitidas 216.609 cédulas. Setenta por cento, ou 150.243, foram expedidas pelo Na Hora. Os 30% restantes, pelas delegacias.
De acordo com o subsecretário de Modernização e Atendimento ao Cidadão, da Secretaria de Justiça e Cidadania, Saulo Diniz, desde o início de 2015 o governo empenha-se para melhorar esse atendimento à população. O agendamento é uma opção para evitar a formação de longas filas no Na Hora, principalmente no começo do ano. “Além do período de férias, que aumenta a procura pela segunda via do documento, recebemos muitas pessoas do Entorno, porque o serviço no DF é mais rápido do que em Goiás”, explica. Diniz estima que 30% da procura venha de fora. O prazo para emissão aqui é de 4 dias úteis, enquanto esse tempo sobe para 15 dias úteis em Goiânia e 30 dias em algumas cidades do interior do estado vizinho.
De início, apenas um guichê em cada unidade será destinado para o agendamento — os demais atenderão quem aguarda na fila. A capacidade para atendimento com horário marcado será de 60 senhas eletrônicas por dia de semana na Rodoviária do Plano Piloto e 30 aos sábados. Nos demais postos, serão 30 de segunda a sexta e 15 aos sábados. As marcações ocorrerão com intervalo de 20 minutos entre cada uma. A ideia é que, com o aumento na procura, mais atendentes sejam direcionados, e esse tempo fique menor.
Agendamento
É preciso ligar no 156, opção 9 e, em seguida, teclar 4. Depois, é só informar ao servidor em qual posto do Na Hora deseja agendar a emissão da carteira. O atendente informará local, data e horário e o número do protocolo.

Documentação
Para emitir a identidade pela primeira vez ou nas outras que se fizerem necessárias, a documentação obrigatória é a mesma. Brasileiros natos têm de apresentar certidão de nascimento e, se for o caso, de casamento (exigência feita também a viúvos, separados judicialmente ou divorciados). Os naturalizados devem levar certificado de naturalização. Para os portugueses, pede-se o certificado de igualdade de direitos e deveres. Deve-se apresentar via original ou cópia autenticada em cartório.

O requerente não precisa mais levar fotografia. Agora, ela é tirada pelo próprio sistema, no momento da identificação. Podem constar da carteira os números do cadastro de pessoas físicas (CPF); dos Programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); além do título de eleitor.
A primeira via é gratuita. Para as outras, é preciso pagar R$ 42. Estão isentas pessoas com deficiência, as que tiveram o documento roubado e, uma única vez, as com renda mensal inferior a um salário mínimo. Além desses casos, não pagam os idosos, quando se tratar de primeira via com a expressão “maior de 65 anos”, e aqueles que pedirem a emissão da cédula com a inscrição “validade técnica das impressões digitais — 1 ano”. Se a carteira for expedida com erro de transcrição de dados ou digitação, também não será cobrada a taxa.
*Informações Agência Brasília
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...