sábado, 9 de abril de 2016

Morador de Ceilândia vence o Panamericano de jiu-jitsu e foca o Brasileiro

O policial civil Humberto Carrilho, 42 anos, morador de Ceilândia, conquistou o primeiro lugar na categoria meio-pesado, faixa marrom, no Panamericano de Jiu-Jitsu, em Los Angeles, em março de 2016. Agora, o lutador, que precisou rifar um quimono para ir aos Estados Unidos, prepara-se para disputar o Campeonato Brasileiro da modalidade em Barueri.

O portal Metrópoles mostrou a luta de Carrilho para juntar a quantia. Ele precisou recorrer a esse método depois que soube que não iria mais receber ajuda do programa Compete Brasília, da Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer. O policial explicou que, por causa dos cortes de gastos anunciados pelo GDF, o apoio foi cancelado.
Ele, que disse à reportagem “não gostar de perder nem no palitinho”, vendeu todos os talões da rifa e subiu ao primeiro lugar do pódio do Panamericano. “Até pessoas que moram nos Estados Unidos compraram”, comenta. Competindo pela primeira vez com a faixa marrom, o lutador revelou que estava apreensivo: “Era a minha estreia, mas tinha a consciência de que havia treinado bastante. Na primeira luta, finalizei o oponente. Na semifinal e final, ganhei por pontos”, relata.
Após o Panamericano, o policial também conquistou a terceira colocação no campeonato Open Class. Na disputa em que não há limite de peso, ele lutou com oponentes de até 120Kg. Mesmo com seus 85Kg, Carrilho colocou medo nos adversários e garantiu uma bom lugar no ranking mundial.
Agora, o lutador de Ceilândia, ainda sem patrocínio, busca apoio para continuar deixando sua marca na história do esporte. A partir de 18 de abril, ele participará do mundial de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Entre os dias 27 deste mês e 1º de maio, Carrilho disputará o Campeonato Brasileiro de jiu-jtsu em Barueri, na região metropolitana de São Paulo.
Dessa vez, o policial não rifará o kimono. Mas quem quiser ajudar o atleta brasiliense pode entrar em contato com ele em sua página pessoal no Facebook ou pelo número (61) 8136-5342.
*Informações Letícia Carvalho / Portal Metrópoles
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...