terça-feira, 26 de abril de 2016

Parlamentar denuncia: violência cresce, assusta moradores e GDF mascara números da segurança

A onda de violência deste final de semana confirmou a suspeita do deputado distrital Chico Vigilante (PT): o GDF mascara os números da segurança.  O fim de semana foi marcado por tiroteios e homicídios. A onda de crimes assustou os moradores de todo o DF, que clamam por segurança. 
O mais grave deles aconteceu no domingo (24) em uma das estações do Metrô, em Ceilândia Norte. O vigilante  Narcélio Rodrigues Acâmpora, de 49 anos,   foi brutalmente assassinado no seu local de trabalho. Os marginais ainda roubaram a arma do trabalhador.


As notícias estampadas nos jornais ainda dão conta de tiroteio em Samambaia, que atingiu seis pessoas, resultando em uma morte, e mais dois assassinatos em Santa Maria.
Há muito o deputado Chico Vigilante denuncia a grave situação da falta de segurança. 
“A violência crescente vitimou mais um companheiro vigilante. Neste caso, em especial, a responsabilidade também é da direção do Metrô, que diminuiu o número de vigilantes no local de quatro para dois”, alertou o parlamentar.
O deputado argumentou que irá solicitar uma perícia nos coletes a prova de balas usados pelos vigilantes, para verificar a validade dos mesmos. 
Dados alarmantes
No final do mês passado, Vigilante subiu à tribuna para comentar a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que coloca o DF como uma das cidades mais violentas do país. Com uma média de dois assassinatos por dia, o levantamento mostrou que, em se tratando de violência, o DF está à frente até mesmo de cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo.

*Deputado Chico Vigilante 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...