terça-feira, 31 de maio de 2016

Avenidas Samdu e Comercial em Taguatinga terão mão única a partir do próximo domingo


As principais avenidas de Taguatinga, Comercial e Samdu Norte, terão mão única a partir deste domingo (5). Após décadas de discussão entre comunidade, comerciantes e órgãos do Governo de Brasília, a iniciativa finalmente será colocada em prática. Após estudos técnicos e audiências públicas realizadas com diversos segmentos da sociedade, a mudança será implantada atendendo reivindicações dos moradores.  A Samdu será a avenida de acesso ao Taguacenter/Avenida Hélio Prates; e a Comercial dará acesso ao Centro/Elmo Serejo.

Com cerca de 68 mil veículos circulando diariamente pelos locais, as avenidas receberam várias benfeitorias. Além disso, a alça de acesso ao centro, rumo à Samdu, próxima ao 2º Batalhão de Polícia Militar, e a pista central de Taguatinga, abaixo do viaduto, também ganharam a ampliação de mais uma faixa facilitando o tráfego para os motoristas. 

Quanto ao transporte público, vale ressaltar que, segundo o DFtrans, não haverá perda de linhas, e será otimizado o sistema de circular para facilitar os acessos e retornos às avenidas pelos usuários. Agentes de transporte também se preparam para a nova programação. Eles vão orientar a comunidade, e serão colocados avisos luminosos sobre as mudanças, alertando pedestres e motoristas nas principais entradas de Taguatinga.

Para o vice-governador do DF, Renato Santana, a mudança é esperada há anos pelos moradores. Ele ressalta que a alteração tem por finalidade dar fluidez ao trânsito, garantindo maior mobilidade. Principalmente após o início das obras do Túnel no Centro de Taguatinga.  “Após um minucioso estudo, que contou com a participação de representantes da comunidade, dos comerciantes e técnicos do Detran, estamos finalmente tirando esse projeto do papel. Além disso, com o desenvolvimento da região, as avenidas já não suportam mão dupla, o que já resultou em acidentes”, enfatiza Renato Santana.

Renato Santana também explica que as melhorias na mobilidade da região virão em uma segunda etapa, com obras de acessibilidade, como calçadas e ciclovias, além do aterramento de toda rede elétrica e telefônica das duas avenidas.  Os projetos já se encontram prontos e os recursos garantidos, bem como em fase de licitação pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinesp).

Pesquisa de opinião
A Vice-Governadoria entrevistou 3.612 pessoas, entre moradores e comerciantes de Taguatinga, durante o fim de junho e o início de julho do ano passado, para saber qual era a visão da comunidade em relação à inversão do trânsito. De acordo com o questionário, 77% se mostraram favoráveis ao procedimento, 17% foram contrários e 6% indiferentes.

Cerca de 70% acreditam que a transformação vai melhorar o trânsito, com menos engarrafamentos e redução no número de acidentes; e 35% apostam no aquecimento do comércio, influenciado pela fluidez do tráfego de veículos com o novo sistema.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...