domingo, 22 de maio de 2016

Comunidade ocupa quadra do Sol Nascente em Ceilândia para aproveitar o sábado

Crianças, adultos e idosos reuniram-se na manhã deste sábado (21) na praça da Quadra 501 do Sol Nascente para participar de atividades sociais, culturais, esportivas e de lazer. A ação, para integrar a comunidade, foi promovida pela Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer em parceria com as pastas do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos e de Cultura e com a Administração Regional de Ceilândia.

A programação foi dividida em quatro áreas. Para praticar esportes e se divertir, o público contou com a primeira edição do Circuito do Lazer, que teve futebol, minivôlei, jogos de tabuleiro, pintura, desenhos, capoterapia (terapia alternativa com capoeira) e oficina de bola de gude — o governo de Brasília planeja levar o programa uma vez por mês às regiões administrativas do Distrito Federal. Na saúde, houve serviço de aferição de pressão e consultas médicas de clínica geral e oftalmologia. O trabalho social ficou por conta da Unidade Móvel de Acolhimento às Mulheres do Campo e do Cerrado, com atendimento psicológico e debate sobre violência doméstica. Da Secretaria de Cultura, estava disponível o projeto Mala do Livro, com exposição e doação de exemplares.

Mutirão
As melhorias na Quadra 501 do Trecho 1 do Setor Habitacional Sol Nascente foram feitas em 30 de abril. A praça do local, perto de um ponto de encontro comunitário, recebeu parquinho, lixeiras, bancos e canteiros. Cerca de 150 pessoas, entre servidores públicos, moradores e integrantes de movimentos sociais, participaram do mutirão para revitalizar a área, organizado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional DF (Codhab).

Andamento das obras
O conjunto de intervenções no Sol Nascente beneficia os cerca de 100 mil moradores do setor. As obras foram iniciadas em fevereiro de 2015 pelo Trecho 1, que tem o andamento mais avançado. O investimento total será de R$ 187,6 milhões e está inserido no plano de obras que o Executivo local divulgou no segundo semestre do ano passado. Noventa e cinco por cento dos recursos são da Caixa Econômica Federal; e 5%, do governo de Brasília.

*Com informações Agência Brasília



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...