sexta-feira, 17 de junho de 2016

Alunos de Ceilândia cobram reforma de escola interditada há três meses

Alunos do Centro de Ensino Médio 10 Ceilândia fizeram uma passeata nesta sexta-feira (17) pedindo a reforma da escola interditada desde março. Com cartazes “pela defesa da educação”, os estudantes fecharam o trânsito e caminharam até a regional de ensino. A Secretaria de Educação informou que não tem previsão para terminar o projeto de reforma.

Inaugurada em 1994, a escola apresenta rachaduras e partes enferrujadas na estrutura. Desde que foi fechado, o prédio não passou por nenhum trabalho. Devido ao risco que a edificação apresenta, os mais de 800 estudantes têm de ser levados de ônibus para o Centro de Ensino Fundamental 29, no Setor de Indústrias de Ceilândia.
A Polícia Militar acompanhou o protesto dos estudantes, que começou na QNP 30, no P Sul, onde fica a escola. Cerca de 400 alunos participaram do ato, informou a corporação.

*Imagens PMDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...