terça-feira, 21 de junho de 2016

Em Ceilândia, crianças estão sem aulas por causa do lixo acumulado na escola


Cerca de 600 alunos da Escola Classe 28, em Ceilândia Norte, estão há dias sem aulas em razão do acúmulo de lixo e da falta de higienização da instituição. Segundo a diretora do colégio, Maria Eunice, que determinou a suspensão das aulas, as três servidoras responsáveis pela limpeza estão de licença médica. Até agora, a Secretaria de Educação não tomou providências para substituí-las.
A denúncia é do deputado distrital Chico Vigilante, que visitou a escola nesta terça-feira (21) a convite dos professores. Segundo o parlamentar, há lixo e sujeira espalhados por todos os lugares. “Os banheiros estão inutilizados por causa do mau cheiro insuportável”, relata.
De acordo com Maria Eunice, há alguns dias a Secretaria enviou duas auxiliares de serviços gerais de empresas terceirizadas, mas, em seguida, as retiraram do trabalho. Ela relata que já houve casos em que foi obrigada a dispensar alunos das aulas porque não havia condições para uso dos banheiros.
É um absurdo que crianças fiquem sem aulas por causa de sujeira na escola, diz Vigilante.
O parlamentar vai apresentar denúncia à Promotoria de Defesa da Educação do Ministério Público para buscar uma solução para o problema. Ele também prometeu levar o caso ao governador Rodrigo Rollemberg e ao secretário de Educação do DF, Júlio Gregório Filho.
“Isso não pode estar acontecendo na Capital do País”, lamenta o parlamentar.

*Informações ascom deputado Chico Vigilante
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...