sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Atleta de Ceilândia pede ajuda para disputar torneio de ginástica rítmica

[Metrópoles] Kamilly Lara Silva dos Santos tem apenas 11 anos, mas um talento que vem chamando a atenção. Ela pratica ginástica rítmica há dois anos e já conquistou marcas importantes. Agora, a pequena pede ajuda para disputar o Campeonato Brasileiro da modalidade, em 18 de outubro, na cidade de Porto Alegre (RS). Para juntar os R$ 3 mil necessários, ela promove uma rifa de produtos de beleza e, também, aceita contribuições.

A garota começou no esporte meio que por acaso. A mãe, Ana Cristina Silva, 46 anos, soube que o Centro Olímpico ao lado de casa, em Ceilândia, estava selecionando meninas, isso em 2014. Kamilly, que até então nunca tinha praticado o esporte, foi lá e conseguiu uma vaga.

Com pouco mais de um ano de treino, a garota fazia com tanta perfeição os movimentos delicados da ginástica rítmica, que a então treinadora do Centro Olímpico, uma cubana, falou para mãe: “Leva essa menina para treinar em outro lugar. Ela tem futuro”. Ana Cristina obedeceu. Há pouco mais de seis meses, ela vem tentando pagar os R$ 83 mensais das aulas que o Serviço Social de Indústria (Sesi) de Taguatinga cobra. Diarista, a mãe da pequena Kamilly tem mais quatro filhos para criar.
Mas todo o esforço vem valendo a pena. Na primeira competição que participou, Kamilly foi vice-campeã. Em julho, disputou o Campeonato Brasiliense de Ginástica Rítmica ficando com o segundo lugar e garantindo vaga na etapa regional. E lá se foi a atleta buscar apoio para bancar a viagem para o Tocantis. Teve vaquinha na escola onde estuda, o Centro de Ensino Fundamental 10 de Ceilândia, ajuda de amigos, apoio dos tios e até mesmo a rifa de um tapete para juntar dinheiro. Deu certo: ela foi para a disputa e voltou de lá com um 4º lugar na mala e a vaga para o campeonato nacional.
O problema é que a disputa agora será em Porto Alegre, no dia 18 de outubro. Sem ter como pedir mais ajuda para amigos e familiares, Kamilly até rifa produtos de beleza. Mas, até agora, pouco dinheiro conseguiu. “A gente calculou e vai precisar de cerca de R$ 3 mil para pagar a passagem, hospedagem e alimentação. Está chegando o dia e eu quero ir, esse é o meu sonho”, conta a menina.
Quem quiser ajudar a Kamilly a realizar o sonho de disputar o Campeonato Nacional de Ginástica Rítmica, em Porto Alegre, pode entrar em contato com a mãe, Ana Cristina, pelo telefone: (61) 98530-2428.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...