quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Teto de escola em Ceilândia cai durante aula


[Metrópoles] Uma placa no teto de uma das salas da Escola Classe 59, em Ceilândia, caiu em cima de uma mesa utilizadas pelos alunos, em horário de aula, após as chuvas da tarde desta quarta-feira (5/10). Segundo informações de funcionários do colégio, o material quase atingiu um dos estudantes, que havia sido trocado de lugar minutos antes pela professora, por conta das gotas de água que caiam em cima da cadeira dele.

Por sorte, ninguém ficou ferido. No entanto, o caso traz de volta à tona o debate sobre a reconstrução da Escola Classe 59 de Ceilândia, que atende 600 crianças entre o ensino infantil e o 5º ano do ensino fundamental. O prédio foi construído em 1989 e deveria ser provisório, mas já funciona no mesmo endereço há 27 anos.
Em julho deste ano, uma decisão liminar do Tribunal de Justiça do DF e Territórios determinou a reconstrução da escola, depois que o Ministério Público apresentou laudos técnicos que apontaram a completa deterioração das instalações físicas da unidade escolar, havendo risco de desabamento, além de outros problemas. A situação também foi confirmada por pareceres da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros Militar do DF.
O juiz responsável pelo caso determinou que as obras fossem concluídas até agosto de 2017 e proibiu qualquer atividade escolar no local a partir do 2º semestre de 2016, com a transferência de todos os alunos para escolas próximas e fornecimento de transporte escolar. No entanto, o Governo do DF recorreu da decisão e reabriu a escola.
Ao Metrópoles, a Secretaria de Educação afirmou que “a empresa responsável pela manutenção da unidade escolar já foi acionada e o reparo será realizado nesta quinta (6) pela manhã”. A pasta alega também que a escola está no Plano de Obras 2015-2018 para ser reconstruída.
“Atualmente, a pasta está elaborando uma proposta de arquitetura para a unidade escolar e preparando um contrato, via licitação, para os projetos complementares. Após a finalização desses processos, a secretaria vai providenciar a licitação das obras. O início do trabalho está previsto para o primeiro semestre de 2017”, diz a nota.

Nota do DC: "Segundo o diretor da CRE de Ceilândia, até o final do mês ou início do mês que vem, irão fazer a mudança dessa escola para outro local."
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...