Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Nascido e criado em Ceilândia, piloto Wellington Faustino é enterrado sob forte comoção


[Metrópoles] Sob forte chuva no momento do sepultamento, parentes e amigos do piloto Wellington Faustino, 41 anos, prestaram as últimas homenagens a ele na tarde desta segunda-feira (26/12). Vítima de um acidente aéreo na sexta-feira (23), durante voo entre os municípios amazonenses de Tefé e Tabatinga, o piloto foi enterrado no cemitério de Taguatinga. As informações são do Portal Metrópoles.
Nascido e criado na QNN 22 de Ceilândia Sul, Wellington era muito conhecido nas redondezas. O gerente de contas Gilmax de Almeida era amigo de infância e mantinha contato frequente com o piloto. “Ele era um cara muito bom. Recentemente, criamos um grupo de WhatsApp para marcar um reencontro com vários amigos. De última hora, ele disse que teria um trabalho no Norte e não poderia ir”, conta.
A amiga Deusa Mourão, 40 anos, relembrou a paixão de Wellington pela profissão. “Ele morreu fazendo o que mais gostava”, relata. O irmão de Deusa, João, era colega de trabalho de Wellington e também morreu em um acidente há cerca de um mês. “Foram duas perdas muito grandes em pouco tempo”, completou.
Mulher grávida
O piloto seria pai em breve do primeiro filho do casal. A esposa dele, Janaína Marques, está grávida de sete meses. Muito abalada, ela não quis falar com a reportagem. Entre os parentes, o único a se pronunciar foi o irmão mais velho, Gleison Faustino, que resumiu o sentimento da família: “Ficaremos com as boas memórias dele”.
As razões do acidente ainda são desconhecidas. Por volta de 11h30 de sexta (23), a aeronave desapareceu dos radares quando estava a 13,5km da cabeceira da pista do aeródromo de Tabatinga (PA). Além de Wellington, que estava como copiloto, um piloto e dois seguranças estavam no voo.