Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Operação Trackcare: Fraude na Saúde é alvo de operação no DF


O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus) e da Promotoria de Justiça Criminal de Defesa dos Usuários da Saúde (Pró-Vida), com o apoio da Delegacia de Combate aos Crimes contra a Administração Pública (Decap), e em cumprimento à decisão judicial da Vara Criminal do Guará que acolheu pedido cautelar do Ministério Público, deflagrou na manhã desta quinta-feira, 8 de dezembro, a Operação Trackcare, que investiga a confecção e o uso de atestados médicos falsos por enfermeiros da Secretaria de Saúde do DF. Estão sendo cumpridos 6 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de condução coercitiva.

Entre os alvos da operação estão um auxiliar de enfermagem e uma enfermeira. Eles foram conduzidos coercitivamente para prestar depoimento na Delegacia de Combate aos Crimes contra a Administração Pública (Decap).

Os dois teriam apresentados juntos 34 atestados médicos entre janeiro e agosto deste ano. Também foram identificados registro irregulares de abono no ponto dos dois funcionários.

O MPDFT e a secretaria questionam a regularidade de atestados que os 5,3 mil médicos da rede pública apresentaram em 2016. Do começo do ano até setembro, 900 pediram afastamento. A Corregedoria da secretaria estima que até 40% dessas licenças sejam fraudulentas.

*Com informações do MPDFT