Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Presos devem atuar na limpeza de bueiros no Plano Piloto, Taguatinga e Ceilândia


Com a chegada da temporada de chuvas, o governo do Distrito Federal colocou nas ruas uma força-tarefa para limpar e desobstruir bueiros e bocas de lobo na região central de Brasília. O trabalho, segundo o governo, é "complementar" aos contratos feitos com cinco empresas privadas e que vão custar R$ 10 milhões aos cofres públicos. O trabalho de desobstrução está nas ruas desde a última segunda-feira (28). 

De acordo com a Secretaria de Cidades, que coordena a ação, os grupos de limpeza são formados por 60 presos em regime fechado, que podem ter redução da pena com a prestação do trabalho.  Eles farão a retirada de lixo e entulho "nas regiões que, tradicionalmente, passam por alagamentos".

Nos primeiros dez dias, eles devem atuar simultaneamente na W3 Sul e Norte, na L2 Sul e Norte e nos Eixos L  e W. Em seguida, vão para as vias de maior circulação de carros em Taguatinga e em Ceilândia.

Segundo o governo, o DF tem 4 mil quilômetros de redes pluviais, com 170 mil bocas de lobo. A secretaria informa que vai contar com o apoio da Novacap para desobstruir, com uso de máquinas, bueiros que continuarem entupidos após a remoção do entulho.  As estruturas que estiverem danificadas, como tampas e grades, serão repostas.

Contratos

No dia 14 de novembro, cinco empresas contratadas pela Novacap começaram a prestar serviços de limpeza de bueiros e bocas de lobo no Distrito Federal. A contratação de um ano, que vai custar R$ 10,4 milhões ao GDF, foi motivada pela falta de efetivo da Novacap e para atender todas as regiões administrativas do DF.

A Secretaria de Cidades informa que a atuação da pasta é "paralela" ao trabalho desenvolvido pela Novacap. "Os contratos da Novacap não chocam com os nossos, porque a cidade é muito grande. Focamos na área central de Brasília e nas avenidas mais movimentas, que sempre têm alagamento. A Novacap tem ação mais direcionada às regiões administrativas", informou a pasta.

Além da Secretaria das Cidades, a Administração Regional de Brasília, a Novacap, o SLU, o Detran, o DER e o programa Mãos Dadas, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, participam da ação.

*Com informações do site G1