Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Rodoviários da Cootarde seguem em greve por pagamentos atrasados


Em audiência agendada para esta terça-feira (24) no Ministério Público do Trabalho, o Sindicato dos Rodoviários de Brasília (Sittrater/DF), representando cobradores e motoristas da Cootarde, mais uma vez deparou-se com o descaso dos patrões. A empresa não compareceu, deixando a categoria sem respostas.
Os trabalhadores, em greve há mais de dez dias, revindicam o pagamento de salários atrasados, tíquete alimentação, 13º salário, férias vencidas e cestas básicas dos mecânicos e despachantes referentes ao mês de dezembro.
Uma nova audiência, agora no Tribunal Regional do Trabalho, será agendada e, dessa vez, o sindicato espera que a cooperativa se manifeste e apresente uma solução aos empregados.
Para o diretor do Sittrater/DF, Diógenes Nery, os constantes atrasos são um total desrespeito. “Os trabalhadores merecem respeito e condições dignas de trabalho. A greve continua até que tudo seja quitado”, afirmou.
As linhas paradas atendem as regiões da Ceilândia, Taguatinga, Brazlândia, Santa Maria, Gama e Recanto das Emas. Os trabalhadores afirmam que o DFTrans realizou o repasse de recursos para a cooperativa e esta não pagou os salários de seus funcionários.
A Cootarde integra o Sistema de Transporte Público Básico do DF como transporte complementar por meio de micro-ônibus. As cooperativas realizam a ligação circular interna em 12 Regiões Administrativas do DF.
Fonte: CUT Brasília com informações da Sittrater/DF