Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Moradores de Ceilândia fazem passeata pela paz após estupro de menina de 11 anos


Após uma menina de 11 anos ter sido estuprada no matagal que fica ao lado da Escola Classe 65 da QNR de Ceilândia, professores, estudantes, pais de alunos e moradores fizeram na manhã desta segunda-feira (20/2) uma passeata pela paz. Entre as reivindicações, eles pedem mais segurança para a região e se posicionam de forma contrária à inauguração de um albergue de moradores de rua próximo à escola.
Em nota, a Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) confirmou a abertura de um albergue na área e informou que os usuários da Unidade de Acolhimento para Adultos e Famílias (Unaf) do Areal não serão transferidos para a de Ceilândia, como alegam os moradores. “A Unaf de Ceilândia será uma nova unidade”, destacou o órgão.
*Com informações do Metrópoles