Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 29 de março de 2017

Jogador de Ceilândia pede ajuda para participar de torneio de futebol infantil


[Correio Braziliense] No quarto de Davi Guilherme Rezende, 12 anos, o que se vê são bolas de futebol, pôsteres de times brasileiros e estrangeiros e medalhas. Morador de Ceilândia Sul, o garoto tem como ídolos os craques Neymar e Messi, ambos do Barcelona. Tudo isso poderia representar apenas uma admiração pelo esporte, comum à maioria dos garotos. Porém, para ele, o motivo é maior. Davi sonha em atuar como jogador profissional. Os treinos intensos fazem parte da rotina da criança, que, no próximo mês, participará do Go Cup Mundial de Futebol 7 — campeonato que será realizado em Aparecida de Goiânia (GO). O detalhe é que, mesmo a  222km de Brasília, a família não tem condições de arcar com os custos da viagem. E busca apoio de doações para dar o empurrão nos planos de Davi.
 
É nas redes sociais que o pai de Davi, o agente de portaria Emiraldo Silvinio Rezende, começou a campanha para que o menino participe da competição defendendo o time da escolinha do Santos Futebol Clube em Brasília. A família conseguiu pagar a pré-inscrição, mas ainda busca recursos para arcar com hospedagem, alimentação e outras atividades do garoto durante o campeonato, de 8 a 15 de abril. “Além da interação com jogadores de outros times do Brasil e do exterior, vemos a participação no torneio como uma forma de alavancar a carreira dele. É comum ter olheiros observando esses meninos”, aposta Emiraldo.

A mãe, Jaete Rezende, conta que a paixão do filho por futebol começou cedo. “Ele era presenteado com diversos brinquedos, porém, sempre preferia a bola. Percebemos essa aptidão e decidimos colocá-lo em uma escolinha de futebol.” Com quatro irmão, o menino tem apoio da família. “Mesmo com muitos interesses pelos estudos, ele não fala de outra profissão”, completa a representante comercial.

“Já disputei outros campeonatos e, a cada edição, vejo que aprendo mais, principalmente, na questão de saber a qualidade e os defeitos dos outros”, diz Davi. Ele faz parte da escolinha do Santos desde os 7 anos. Esse é, inclusive, o seu clube do coração. A rotina do garoto é pesada. Pela manhã, ele cursa o 7º ano do ensino fundamental, no Centro de Ensino Fundamental 19 de Ceilândia, à tarde e à noite, reveza-se entre as lições de casa e os treinos. “É uma correria que compensa, pois estou buscando meu sonho.” As medalhas são consideradas como degraus para o sucesso de Davi. “Acreditamos muito no potencial dele”, destaca a mãe.

Copa infantil

Esta é a quarta edição do torneio considerado o maior de futebol infantil do país. Para este ano, a expectativa é de 200 equipes participantes de 16 países, 700 jogos e um público estimado de 50 mil pessoas. Participarão da copa, escolinhas de equipes profissionais, como Grêmio, Cruzeiro, Vasco, Santos, Benfica (Portugal), Lazio (Itália), Atlético de Madrid (Espanha) e Kashima Antlers (Japão), além de escolinhas e times formados em colégios.


Quer ajudar?

Caixa Econômica Federal
Emiraldo Silvino Dionísio
Conta poupança: 610152-4
Agência: 00003
Operação: 013
Contato: (61) 998069498