Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 13 de março de 2017

Moradores do Pôr do Sol, em Ceilândia, ficam sem água por quase três dias


[Correio Braziliense] Moradores do Pôr do Sol, em Ceilândia, reclamaram que o corte de água na região durou mais que dois dias. O último corte no abastecimento ocorreu no sábado (11/3) de manhã, mas nesta segunda-feira as torneiras continuavam secas, informou a população. O abastecimento foi normalizado por volta das 16h.  
 
Segundo a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), a área estava na fase de estabilização, que terminaria na terça-feira (14/3). Contudo, os moradores se queixaram que nem mesmo um filete de água estava saindo das torneiras há mais de dois dias, o que não havia acontecido nas semanas anteriores.

A moradora Dina Cardoso, 50 anos, precisou pegar um balde de água na lanchonete onde trabalha, no P Sul, para que ela, o marido e as duas filhas pudessem ao menos tomar um banho. "Não tem condição de viver aqui sem água. É um descaso do governo com a gente. Não temos água para beber, para cozinhar nem para manter o mínimo de higiene", desabafou. 

Já Priscila Rodrigues, 32, está indo à casa da avó para usar a água. Ela conta que esta foi a primeira vez que houve problema na volta do abastecimento na região. "Um dia sem água já é ruim, imagina três. Para piorar a situação, a empresa responsável não dá uma estimativa de retorno do sistema. Isso causa revolta entre nós, moradores." 

Em nota, a Caesb informou que consta no sistema da empresa que o abastecimento já voltou ao Pôr do Sol. Contudo, devido ao período de estabilização, a situação só deve se normalizar na terça-feira. "Conforme o planejamento divulgado, precisamos de dois dias para estabilização do sistema. O abastecimento de água só estará normalizado terça-feira (14/3)", informa a nota. 

 Gabriela Vinhal do Correio Braziliense