Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 17 de março de 2017

Papa-entulho recebe 1,82 tonelada de resíduos na primeira semana de operação em Ceilândia


[Agência Brasília] Nos primeiros sete dias em funcionamento, de 4 a 10 de março, o papa-entulho de Ceilândia recebeu 1,82 tonelada de resíduos descartados. O dado é do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), responsável pelo gerenciamento do espaço.

Sobras de construção foram o material mais entregue. O serviço fica na QNN 29 e também recebeu, na semana inaugural, 60 quilos de coleta seletiva, 7 metros cúbicos de materiais volumosos e 3 metros cúbicos de poda.

Os resíduos da coleta seletiva foram encaminhados para cooperativas de catadores, e os demais, depositados no aterro controlado do Jóquei.
Morador de Ceilândia, o auxiliar técnico Eloides Paulo de Almeida, de 51 anos, esteve no papa-entulho, onde deixou restos da pequena reforma feita em casa. “Se todo mundo tiver consciência, vai procurar o lugar certo para jogar o entulho”, disse, sobre a importância do espaço que utilizou pela primeira vez.

Guilherme de Almeida, assessor especial da Diretoria-Geral do SLU, explicou que foi feita campanha nas regiões de influência do serviço. “Esse é um projeto que está começando e que tem que ter adesão da população”, ressalta. Ele recorda que, nesse período inicial de funcionamento, até um morador da Colônia Agrícola Samambaia entregou resíduos no local.

De acordo com Almeida, a unidade não é exclusiva para moradores da região. Outras estão sendo construídas no P Sul, em Ceilândia, em Brazlândia, no Gama, no Guará, em Planaltina e em Taguatinga. Mais cinco estão em fase de elaboração e adequação de projeto.
Estrutura do papa-entulho

A unidade de Ceilândia conta com escritório de apoio aos trabalhadores, área coberta para recebimento de recicláveis e baias para materiais volumosos e de podas.

Há ainda rampa de acesso de veículos pequenos para descarte de resíduos de construção diretamente em contêineres. A instalação do papa-entulho custou R$ 132 mil, vindos de emenda parlamentar.

Também é possível entregar óleo usado em frituras, por meio do Projeto Biguá, da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb).

A recomendação é que o material seja levado em embalagens como frascos de amaciante e xampu. A capacidade é de até 50 litros por dia.
Como funciona o papa-entulho

O papa-entulho funciona de segunda a sábado, das 7 às 18 horas. A Instrução Normativa nº 2, publicada no Diário Oficial do DF desta sexta-feira (17), expõe as regras para utilização dos papa-entulhos.
Os espaços só podem receber, por pessoa, diariamente, até 1 metro cúbico (equivalente a uma caixa de água de mil litros) de resíduos da construção civil, volumosos (como móveis) e restos de podas.

Também podem ser entregues recicláveis, como papéis, plásticos, papelões e metais, desde que estejam separados e limpos.
Não são permitidos nos papa-entulhos:

  • resíduos domésticos, industriais, de serviços de saúde e eletrônicos
  • pneus
  • embalagens de agroquímicos, de produtos fitossanitários e de óleos lubrificantes
  • lâmpadas
  • pilhas e baterias
  • equipamentos ou materiais que tenham metais pesados
  • gesso
  • espelhos
  • vidros
  • amianto
  • tintas, solventes e tonner

A entrada de cargas de resíduos em caminhões ou carretas tampouco é autorizada.