Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Operação Parasitus prende quadrilha especializada em furtos de celulares



A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (20), a Operação Parasitus. A ação da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos – DRF objetivou desarticular uma organização criminosa especializada em furtos de celulares de alto valor agregado. Dezessete pessoas foram presas e 45 mandados de busca foram cumpridos em Santo Antônio do Descoberto/GO, Samambaia, Recanto das Emas e Ceilândia.
As equipes policiais apreenderam também três armas, coletes e sete veículos, sendo cinco carros e duas motocicletas. As investigações apontaram que o grupo criminoso, com base principal na cidade de Santo Antônio do Descoberto/GO, atuava em pelo menos oito Estados da Federação (Pará, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina) e no Distrito Federal.
Conforme mapeamento preliminar, estão confirmados 47 crimes de furtos a comércio, sendo 19 no DF, 18 em São Paulo, dois na Bahia, dois em Goiás, dois no Rio de Janeiro, e um nos Estados do Mato Grosso do Sul, Pará, Minas Gerais e Santa Catarina, ocorridos entre janeiro de 2015 e agosto de 2016.
Desse total de ocorrências, somente em 20 delas houve o registro dos objetos furtados (2.041 celulares). Estimativas fornecidas pela Equipe de Gestão Nacional de Segurança Patrimonial da Via Varejo mostram que, apenas entre maio e junho do ano passado, no Sudeste e Centro-Oeste do País, houve um prejuízo de R$ 1,6 milhão.
De acordo com o apurado, três ou quatro membros da organização criminosa se escondiam dentro do estabelecimento comercial, perto do horário de fechamento, e saíam apenas no outro dia, quando o comércio reabria. Carros de fuga ficavam perto da área do crime e eles usavam mochilas e ferramentas próprias para arrombamento.
*Informações PCDF