Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Polícia prende homem acusado de dopar mulheres para subtrair bens e manter relações sexuais



A Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes – CORF prendeu, na quarta-feira (23), um homem identificado por Gláucio Saraiva, de 44 anos, acusado de dopar mulheres para obter vantagens financeiras e também sexuais. Há pelo menos cinco vítimas identificadas.

As investigações começaram em agosto de 2016. O acusado conhecia as vítimas por meio de sites de relacionamentos, normalmente mulheres na faixa dos 30 anos, e marcava um encontro com elas. Durante o passeio, o homem oferecia às vítimas balas com comprimidos psicoativos, juntamente com bebida alcoólica. Ao ingerir essa mistura, as vítimas acabavam perdendo a consciência, momento em que o autor praticava os crimes.

Segundo apurado pela delegacia, o acusado se passava por delegado de polícia e também por delegado de uma federação de direitos humanos. Vestia camisetas com a inscrição de delegado e usava um distintivo. Ele foi preso por força de mandado de prisão quando saía de casa “uniformizado”. No carro dele foram localizadas balas com os medicamentos que ele utilizava para dopar as vítimas.
Após os procedimentos legais, o homem foi recolhido ao cárcere da PCDF.
*Informações PCDF