Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Polícia Civil prende filho de líder comunitário em Ceilândia por grilagem



A Polícia Civil deflagrou uma nova fase da Operação Confraria nesta segunda-feira (8).  Foram cumprido três mandados de prisão. Entre os detidos, está Alex Rubens da Silva, filho do líder comunitário Alysson Borges, ex-presidente da Associação de Moradores do Condomínio Por do Sol (Amops). Um traficante e um homem acusado de extorsão também foram presos.
O objetivo é desarticular uma organização criminosa especializada na venda irregular de lotes, tráfico de drogas, corrupção e porte ilegal de armas. Alex e o pai, Alysson, são os principais alvos. Segundo a polícia, os dois têm envolvimento com servidores públicos da administração de Ceilândia e policiais militares.
De acordo com a investigação, Alisson Borges fracionava as terras e as vendia com auxílio dos militares. Estão sendo cumpridos nove mandados de prisão temporária e outros nove de busca e apreensão.
Após meses de interceptação telefônica, a polícia conseguiu identificar a ação criminosa do líder comunitário, que é ligado a diversos políticos do Distrito Federal. Influente na região, Alisson Borges andava sempre ao lado de seguranças armados e em carros de luxo.
O traficante, alvo da operação, teria expulsado um pastor de um lote com a ajuda de comparsas armados. Os policiais irão interrogar todos os indiciados pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa armada e corrupção de menores.
O terceiro preso foi Hugo Medeiros da Silva, acusado de cometer extorsões. Cerca de 15 vítimas prestaram depoimentos afirmando que foram expulsas dos lotes porque não pagaram uma taxa de R$ 2,5 mil ou não pagaram a mensalidade.
Com informações do Jornal BSB Capital e Metrópoles